Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Agosto |
Santo Eônio
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Presidente de Malta contra o aborto: “Jamais assinarei e prefiro renunciar”

George Vella, presidente de Malta

Alexandros Michailidis | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 21/05/21

"Ou você matou ou não matou. Não existe meia morte. Eu sou muito claro. Neste caso, não existe 'e se…' nem 'mas…'"

Presidente de Malta contra o aborto: George Vella, que é médico e está na presidência do país desde 2019, declarou ao portal local NETnews, nesta segunda, 17 de maio, que não apoiará o projeto de lei apresentado no último dia 12 pela deputada independente Marlene Farrugia, que pretende alterar três artigos do Código Penal maltês a fim de descriminalizar o aborto no arquipélago mediterrâneo de meio milhão de habitantes.

George Vella declarou enfaticamente:

“Jamais assinarei um projeto de lei que envolva a autorização de assassinato. Não posso impedir o executivo de decidir, pois isso depende do parlamento. Mas eu tenho a liberdade de renunciar caso não concorde com um projeto de lei, e não teria nenhum problema em fazer isso”.

Para que não haja dúvidas, ele ainda enfatizou que aborto é assassinato quando foi questionado se a prática deveria ser permitida em algum caso:

“Ou você matou ou não matou. Não existe meia morte. Eu sou muito claro. Neste caso, não existe ‘e se…’ nem ‘mas…'”.

O presidente de Malta não é o único político do país que é contra o aborto. Os dois principais partidos políticos malteses também se declararam contrários ao novo projeto de lei.

O Partido Trabalhista informou que está aberto a discutir o assunto, mas que não pretende submetê-lo a votação parlamentar. O Partido Nacionalista comunicou que jamais favorecerá a descriminalização do aborto porque defende o direito à vida desde a concepção até a morte natural.

Dom Charles Scicluna, arcebispo de Malta, também se manifestou a respeito do assunto no dia 13 de maio, festa de Nossa Senhora de Fátima. Ele declarou ao jornal Times of Maltaque o ventre materno é um lugar de vida e não de matança.

Pressões e lobby internacional pela legalização do aborto

Sob intenso lobby de organizações internacionais pró-aborto, a Argentina aprovou recentemente a prática em meio a muitas controvérsias. Confira nos seguintes artigos recomendados:

Mais sobre Malta

Tags:
AbortoIdeologiaPolíticaVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia