Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 23 Setembro |
São Constâncio
home iconEstilo de vida
line break icon

Os efeitos do abandono emocional na vida de uma pessoa

BEAUTIFUL YOUNG WOMAN,

sun ok | Shutterstock

Psiconlinews - publicado em 24/05/21

O abandono emocional é algo que pode ser vivido com profundo sofrimento e nem todos manifestam os mesmos sinais

Todos nós queremos ser aceitos e amados, seja por nossa família, parceiro ou grupo de amigos, pois os relacionamentos sociais fazem parte de nossa natureza humana e sempre queremos que eles sejam o mais saudáveis ​​possível.

No entanto, às vezes sentimos que um ente querido não nos dá atenção suficiente ou está distante e frio, sem saber exatamente a que se deve.

O abandono emocional é algo que pode ser vivido com profundo sofrimento e nem todos manifestam os mesmos sinais. 

O que é?

O termo abandono emocional é um pouco difícil de definir, pois depende de como cada pessoa o vive e do significado que lhe dá. Tentando defini-lo da maneira mais objetiva possível, o abandono emocional é um estado subjetivo no qual uma pessoa se sente indesejada, negligenciada ou perdeu uma fonte de sustento emocional, repentina ou gradualmente.

Por se tratar de uma situação de abandono, a ruptura do vínculo emocional ocorre unilateralmente, ou seja, uma das duas pessoas envolvidas no relacionamento, seja familiar ou íntimo, deixa de fazer parte dele sem prévio aviso ou muito bruscamente. Quando isso acontece, a outra pessoa, que se sente apegada àquele que o abandonou, sofre consequências emocionais como resultado da rejeição.

Consequências

Pessoas que foram emocionalmente abandonadas podem manifestar uma ampla gama de problemas associados, que podem variar em sua gravidade e impacto na vida cotidiana.

Os tipos mais comuns de sintomas são geralmente depressivos, como tristeza, perda de interesse em atividades anteriormente prazerosas e evitam a interação com outras pessoas, tanto por medo de serem machucadas novamente quanto por falta de desejo.

Deve-se dizer que esses tipos de situações fazem parte da vida de todos, e é por isso que você não deve cair no erro de que sofrer de abandono emocional implicará necessariamente no desenvolvimento de um distúrbio psicológico, mas pode ser um fator de risco. 

Ansiedade de separação

Este tipo de ansiedade é visto por muitos como uma fonte importante de angústia e disfuncionalidade no indivíduo.

A separação do cuidador cria uma situação que é um terreno fértil para a percepção do abandono emocional.

Perder um relacionamento cria incerteza no indivíduo. Não saber se a pessoa amada voltará ou não, seja um dos pais ou o casal, junto com o medo de não saber se essa adversidade pode ser superada, cria tensão emocional.

Isso, combinado com o desconforto que o sentimento de abandono causa, faz com que a pessoa se auto-avalie constantemente, buscando defeitos e fraquezas.

Trauma psicológico e transtorno de estresse pós-traumático (TEPT)

Embora isso possa ocorrer devido a um caso extremo, a verdade é que existem pessoas que manifestam sintomas de TEPT quando o relacionamento com um ente querido é interrompido.

Vivenciar constantemente o sofrimento emocional pode gerar uma situação traumática que, embora não precise se tornar patológica, produzirá sequelas importantes na maneira como a pessoa se comporta.

Transtorno da personalidade limítrofe (DBP)

Entre os sintomas mais característicos da DBP estão o medo de críticas e rejeição social, bem como o grande medo de ser abandonado.

Pessoas que sofrem deste distúrbio são muito sensíveis em relação a outras pessoas, bem como manifestam dificuldade em controlar suas emoções e impulsividade.

Outros problemas

Como já foi dito, o abandono emocional, embora seja uma situação desagradável, não precisa envolver patologia.

Dada a experiência de uma dessas situações, a pessoa pode passar por muitos sentimentos diferentes, dependendo da experiência e de sua personalidade.

Algumas pessoas podem passar a manifestar ódio de si mesmas, uma vez que veem indicações de que o que aconteceu seria devido à sua culpa e, portanto, acreditam que poderiam ter se comportado de maneira diferente para evitá-lo.

Outros podem desenvolver uma baixa autoestima, pensando que o fato de terem sido abandonados, especialmente nas relações pais-filho, é porque a própria pessoa não vale a pena, ou seja, que ela não é o que a outra pessoa gostaria que fosse.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Exorcista padre Gabriele Amorth
Gelsomino Del Guercio
Os assombrosos diálogos entre o diabo e um exorcista do Vaticano
2
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Reportagem local
Milagre do sangue de São Januário volta a ser registrado em Nápol...
3
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
4
HOLY COMMUNION
Reportagem local
A Santa Missa não pode ser trocada por orações pessoais: sem ela,...
5
Jim Caviezel
J-P Mauro
Jim Caviezel presta uma homenagem eletrizante a Maria
6
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
7
Aleteia Brasil
O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrár...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia