Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 16 Abril |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Mulher palestina católica é salva graças a transplante de órgão de judeu israelense

Enfermo em leito de hospital representa a necessidade cristã de rezar pelas pessoas que estão morrendo

Thaiview | Shutterstock

J-P Mauro - publicado em 28/05/21

Um raro momento de unidade inter-religiosa em uma região historicamente devastada por conflitos

Uma mulher palestina católica de Jerusalém recebeu um rim de um doador judeu israelense. Randa Aweis, 58, mãe de seis filhos, passou por uma cirurgia bem-sucedida e agora está em recuperação. Foram nove anos de espera pelo transplante que mudaria a sua vida.

O Catholic News Service relata que o doador, Yigal Yehoshua, de 56 anos, era um israelense da cidade de Lod. Lá, Yigal trabalhou para promover a tolerância e a coexistência na população religiosa, que é muito heterogênea. Yehoshua foi tragicamente apedrejado até a morte por uma multidão árabe durante os recentes conflitos civis na região. 

Unidade inter-religiosa

Enquanto Israel e o Hamas se enfrentavam em meados de maio, um momento de forte contraste ocorreu no Hadassah Medical Center. O Dr. Abed Khalaileh, que é muçulmano, transplantou o rim de Yehoshua para Aweis – um raro momento de unidade inter-religiosa em uma região historicamente devastada por conflitos. 

Em 21 de maio, quando o cessar-fogo encerrou 11 dias de violência, Aweis comentou:

“ Minha história é de paz, e se Deus quiser, haverá paz… Yigal irá direto para o céu, para um lugar melhor, e ele sempre estará comigo. Aqui devemos todos, cristãos, muçulmanos e judeus, lutar pela paz. Não faço distinção entre cristão, muçulmano ou judeu – somos todos seres humanos. ”

A agência CNS ainda observou que outros quatro pacientes foram salvos pelos órgãos de Yehoshua. Um, em situação semelhante, era um garoto muçulmano de 17 anos. 

Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia