Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 22 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Deus não é solidão, afirma o Papa Francisco

Santíssima Trindade

Fr Lawrence Lew OP/Flickr

Reportagem local - publicado em 31/05/21

"Na medida em que Deus é amor, embora seja um e apenas um, Ele não é solidão, mas comunhão"

Deus não é solidão, afirmou o Papa Francisco perante os fiéis que foram à Praça de São Pedro neste domingo, 30 de maio, para participar da celebração da Solenidade da Santíssima Trindade. Francisco declarou:

“Hoje, nesta festa, celebramos Deus, o único Deus, três pessoas que não são três deuses, mas um só Deus”.

O Papa também reafirmou sobre a Trindade Santíssima:

  • As três pessoas divinas não são “adjetivações” ou “emanações” de Deus, mas sim “verdadeiras pessoas” a “quem podemos rezar”;
  • A Trindade é a fonte da unidade da Igreja e é “essencial para todo cristão”;
  • A Santíssima Trindade é um mistério imenso, que excede a capacidade da nossa mente, mas que fala ao nosso coração, porque o encontramos naquela expressão de São João que resume tudo do Apocalipse: “Deus é amor” (1 Jo 4,8.16);
  • Na medida em que Deus é amor, embora seja um e apenas um, Ele não é solidão, mas comunhão, já que o amor é essencialmente o dom de si;
  • Em sua realidade original e infinita, é o Pai quem se entrega gerando o Filho, que, por sua vez, se entrega ao Pai, e o seu amor mútuo é o Espírito Santo, o vínculo da sua unidade;
  • Não é fácil de entender este mistério, mas ele pode ser vivido;
  • O mistério da Santíssima Trindade nos foi revelado pelo próprio Jesus: Ele nos mostrou a face de Deus como Pai misericordioso; apresentou-se Ele próprio como verdadeiro homem, Filho de Deus e Palavra do Pai; Ele falou do Espírito Santo que procede do Pai e do Filho, Espírito da Verdade, Espírito Paráclito, Consolador e Advogado;
  • Ao aparecer aos Apóstolos depois da Ressurreição, Jesus ressaltou que os enviou a evangelizar todas as nações, batizando-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

Deus não é solidão

O Papa Francisco acrescentou:

“A festa de hoje nos faz contemplar este maravilhoso mistério de amor e luz do qual viemos e para o qual a nossa viagem terrena se dirige. Ao mesmo tempo, ela nos convida a fortalecer a nossa comunhão com Deus e com os nossos irmãos e irmãs, bebendo da fonte da Comunhão Trinitária.

Pensemos na última grande oração de Jesus, elevada ao Pai imediatamente antes da sua Paixão: (…) ‘Que todos sejam um; assim como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, que eles também estejam em nós, para que o mundo acredite que tu me enviaste’ (…) A unidade é essencial ao cristão”.

Francisco encerrou a sua homilia pedindo a intercessão de Nossa Senhora:

“Em sua simplicidade e humildade, ela reflete a Beleza do Deus Uno e Trino. Que ela sustente a nossa fé; que ela nos faça adoradores de Deus e servos de nossos irmãos e irmãs”.

Tags:
DeusEspírito SantoPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia