Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

O que é e como lidar com o vazio existencial

DEPRESSION,

Marjan Apostolovic | Shutterstock

Talita Rodrigues - publicado em 07/06/21

Muitas pessoas vivem um vazio sem nome, sem cor, sem motivo. E a única coisa que ele traz é dor e questionamentos. A boa notícia, entretanto, é que os vazios existenciais não duram para sempre

Hoje, uma paciente me perguntou assim: “Como é que eu faço para entender esse vazio que não acaba?”

Pois bem. Pensei muito antes de respondê-la. Eu queria mesmo, de todo o coração, ter uma resposta que acalentasse o seu coração. Mas a questão é que vazio não se entende. Vazio se vive. Por mais que quisesse – e eu gostaria muito – de ter uma explicação lógica ou teórica sobre o vazio que ela estava sentindo naquele momento, eu não pude respondê-la.

A noite escura da alma

Comparo aqui o vazio com a chamada “Noite escura da alma”, assim como Santa Faustina viveu e relatou em seu diário. Deus permite desertos e noites escuras em nossas vidas. E geralmente, na atualidade, chamamos isso de vazio. As pessoas vivem um vazio sem nome, sem cor, sem motivo. E a única coisa que ele traz é dor e questionamentos como este.

Viver um vazio ou uma noite escura de alma – como queira chamar – exige coragem. Porque sim, só quem já passou por isso e ainda passa, é capaz de tentar mensurar e entender a dor, os tons de cinza que a vida reflete e a falta de sentido que habita dentro do coração. 

Como viver com o vazio existencial

Apesar de tudo isso, de tudo que o vazio pode representar, eu arrisco dizer aqui: primeiramente eu compreendo o quão difícil é viver com este vazio ou passar por noites escuras de alma. Contudo, este vazio só vai terminar quando você estiver disposto a encará-ló, vivê-lo e deixar que ele fale através do silêncio ensurdecedor da alma que ele causa. 

Vazios não duram para sempre. Noites escuras de alma também não. Seja corajoso(a)! E não se esqueça: para tudo um propósito, para tudo as mãos de Deus sobre você.

Quer ler mais conteúdos como esse? Clique aqui e siga Talita Rodrigues no Instagram

Tags:
DepressãoPsicologiaSaúde
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia