Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma 
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Escolas católicas acolhem refugiados após brutal massacre de jihadistas

FIRST COMMUNION Burkina Faso

Aid to the Church in Need

Francisco Vêneto - publicado em 21/06/21

"A tragédia de Solhan é o ataque mais sangrento que o país já viu"

Escolas católicas acolhem refugiados após brutal massacre de jihadistas na aldeia de Solhan, em Burkina Faso, no início deste mês. O covarde atentado foi perpetrado por pistoleiros vinculados aos bandos terroristas Al Qaeda e Estado Islâmico.

Eles mataram cerca de 160 pessoas, entre crianças, mulheres e homens, e deixaram mais de 40 feridos, além de aumentarem para mais de 3.300 o total de pessoas obrigadas a abandonar a própria casa e se refugiar em vilarejos do sul do país.

A Associação dos Irmãos das Escolas Cristãs, ligada à rede lassalista, vem acolhendo os refugiados em suas escolas.

Escolas católicas acolhem refugiados

Ao longo dos últimos três anos, esta ONG também apoiou os deslocados internos e as famílias locais que os acolhem, oferecendo-lhes assistência psicológica, alimentos, artigos de higiene e bolsas de estudo e formação para crianças, jovens e mulheres. As iniciativas são viabilizadas pelos parceiros e doadores da rede Lasallian International.

O irmão Julien Diarra, de 51 anos, natural de Burkina Faso e visitador provincial da congregação para a África Ocidental, resumiu este massacre de jihadistas em declarações ao Vatican News:

“A tragédia de Solhan é o ataque mais sangrento que o país já viu”.

Ele comentou:

“Burkina Faso é um país multirreligioso e multiétnico, antes conhecido pela coesão social, pela hospitalidade e pelos habitantes alegres. Muitos casais burquineses são inter-religiosos e interétnicos, ou seja, a população sempre viveu em tolerância e paz. Mas a partir de 2015, o nosso país tem sofrido diversos ataques terroristas que já causaram muitas vítimas civis e militares, deslocamento maciço de populações, fechamento de escolas e centros de saúde, assim como estruturas administrativas”.

Massacre de jihadistas traumatiza Burkina Faso

De fato, 2.227 escolas já foram fechadas no país, o que impede mais de 300 mil crianças de terem acesso à educação. Além disso, 321 centros de saúde pararam de funcionar, deixando mais de 800 mil pessoas sem assistência.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) confirma que o terrorismo está causando no país uma crise humanitária sem precedentes. Estima-se que haja mais de 1,2 milhão de deslocados internos.

O cotidiano em Burkina Faso está compreensivelmente tenso, marcado pelo trauma e pelo medo, particularmente após este último pelo massacre de jihadistas. Governos estrangeiros incluíram praticamente todas as regiões do país nas listas de máxima restrição de viagens devido à insegurança.

Tags:
MuçulmanosPerseguiçãoTerrorismo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia