Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 24 Julho |
home iconEstilo de vida
line break icon

4 lições sobre paternidade que eu aprendi da maneira mais difícil

FATHER

Olena Yakobchuk | Shutterstock

Tom Hoopes - publicado em 23/06/21

Uma das grandes lições da paternidade: aprender a perdoar nossos pais - e a nós mesmos - e ajudar nossos filhos a fazer o mesmo

Tenho nove filhos com idades entre oito e 28 anos. Portanto, estou em uma posição única para aprender com os erros que cometi com crianças mais velhas e tentar corrigi-los com crianças mais novas. E tenho algumas lições sobre paternidade a compatilhar.

Minha esposa e eu fizemos muitas coisas certas – especialmente a genialidade de minha esposa voltada ao desenvolvimento e formação de caráter. Mas nós também fizemos um monte de coisas erradas – estamos aprendendo sobre isso à medida que as crianças crescem e falam mais abertamente sobre o passado. Aqui estão algumas coisas que aprendi sobre paternidade e decidi fazer melhor.

1 – Aprendi que meus filhos não são meus

Eles pertencem a Deus e a si mesmos. Eu sabia disso intelectualmente antes, é claro. Mas quando foi hora de meus filhos se tornarem adultos autônomos que agem de acordo com suas melhores luzes, não as suas, eu achei a transição do relacionamento pai-filho para o relacionamento pai-adulto muito mais difícil do que eu esperado.

Eu culpo uma foto na parede do meu quarto. É a minha versão jovem conduzindo a versão infantil da minha filha mais velha pela mão na frente de um oceano cintilante. Uma placa na moldura cita o Livro de Jeremias: “Pois eu sei os planos que tenho para vocês, de dar-lhes um futuro e uma esperança”.

Esse quadro me enganou. Comecei a associar fortemente as palavras na parte inferior com a imagem minha, guiando minha filha – e me permiti esquecer que as palavras se referem aos planos de Deus, não aos meus.

Tive que aprender da maneira mais difícil que o plano de Tom Hoopes para seus filhos é irrelevante. Deus tem seus planos muito melhores do que os meus. Agora, estou orando para que meus filhos encontrem o plano de Deus, e não sejam impedidos pelo meu.

2 – Aprendi a nomear e valorizar os talentos dos meus filhos

Para minha vergonha, não sou um elogio natural. Eu aprecio muito o talento das pessoas, mas de alguma forma nunca consigo dizer a elas. Isso me trouxe problemas no trabalho e em casa.

Portanto, minha esposa e eu tentamos nomear e valorizar os talentos que vemos em cada um de nossos filhos – e defini-los por seus pontos fortes em vez de seus defeitos. Isso significa ver que uma filha quieta é uma rocha de calma, não “indiferente”; um filho que agrada às pessoas é um centro de energia positiva, não “superficial”; e um sonhador é atencioso, não descuidado.

Elogie-os de acordo com sua identidade mais profunda e isso os ajudará a possui-la. E faça muito isso.

3 – Aprendi a passar um tempo com cada filho individualmente

Isso é muito importante, e é especialmente difícil com agendas lotadas (ainda mais com vários filhos).

Sempre tentávamos fazer isso – e levávamos as crianças para brincar ou promovíamos encontros para tomar café da manhã. Mas um amigo compartilhou conosco o hábito de ter uma conversa intencional de 10 minutos por semana com cada filho.

Eles dizem: “Só checando … como você está? O que o acontecimento X da semana passada representou para você? O que deixa você mais ansioso para a próxima semana? Como está indo com seus irmãos e irmãs? Escola? Amigos? Deus?”

Isso traz à tona questões que os pais podem eliminar pela raiz, dá aos filhos a oportunidade para dizer coisas que eles querem, mas não conseguem encontrar uma “inspiração” para dizer, e estabelece um hábito que será muito importante quando forem adolescentes.

A maneira como estamos tentando fazer isso funcionar é conversando com um enquanto fazemos o café da manhã de domingo, conversando com outro enquanto levamos o cachorro para passear e falando com outro a caminho do trabalho.

4 -Acima de tudo, aprendi a perdoar

Um padre apontou que muitos padrões negativos na vida têm suas raízes na falta de perdão e me apontou sugeriu algumas orações pedindo a graça de aprender a perdoar.

Passei um mês fazendo o exercício de buscar diariamente a falta de perdão em minha vida e substituí-la por misericórdia. Descobri que pais e filhos são centros de profunda falta de perdão. Se você pensar a respeito, os pais fazem mais bem pelos filhos do que qualquer outra pessoa, muitas vezes inconscientemente – e também fazem mais mal aos filhos, inconscientemente.

A mesma dinâmica está acontecendo na vida de nossos filhos. Nós nos lembramos de todas as vezes em que tentamos ser bons pais, mas esquecemos todas as vezes em que não o fizemos. Precisamos aprender a perdoar nossos pais – e a nós mesmos – e ajudar nossos filhos a fazer o mesmo. Eis uma das grandes lições de paternidade!

Tags:
Educação dos FilhosFilhospais
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
5
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
6
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
7
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia