Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma 
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Bispos reagem à extremista moção pró-aborto aprovada pelo Parlamento Europeu

STANISŁAW GĄDECKI

Jan Bielecki/EAST NEWS

Dom Stanisław Gądecki

Francisco Vêneto - publicado em 25/06/21

"Classificar o aborto como medida 'essencial' de saúde e como 'direito humano' degrada o nascituro e é eticamente insustentável"

Três bispos reagiram à extremista moção pró-aborto aprovada pelo Parlamento Europeu nesta quinta-feira, 24 de junho: os políticos avalizaram o relatório de autoria do deputado croata Predrag Fred Matić, cujo teor marcadamente ideológico lista o aborto como “direito humano” e como “cuidado essencial de saúde”, além de deturpar o conceito de objeção de consciência para redefini-la erroneamente como “negação de cuidados médicos”.

Os países membros da União Europeia não são obrigados a adaptar a sua legislação às diretrizes do relatório, mas o novo documento funciona como instrumento de pressão sobre os governos que restringem o aborto.

Reações de bispos à moção pró-aborto

Entre os prelados católicos que manifestaram repúdio à moção parlamentar europeia pró-aborto e contrária à liberdade de consciência, destacaram-se as declarações dos arcebispos dom Franz Lackner e dom Stanisław Gądecki, respectivamente de Salzburgo, na Áustria, e de Poznań, na Polônia.

Dom Franz, que é também o presidente da Conferência Episcopal Austríaca, afirmou:

“É extremamente lamentável que as instituições europeias tomem um caminho que estamos convencidos de que está errado. Classificar o aborto como medida de saúde e direito humano degrada o nascituro e é eticamente insustentável”.

Dom Stanisław (foto), que também é preside a Conferência Episcopal Polonesa, denunciou que o Parlamento Europeu abraça “uma cultura de morte e exclusão, dando precedência à ideologia sobre a razão”. Via rede social, ele chamou as coisas pelo nome:

“Estou profundamente entristecido com a resolução do Parlamento Europeu pedindo a possibilidade de matar crianças que ainda não nasceram”.

Tags:
AbortoBisposIdeologiaJustiçaPolítica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia