Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 25 Julho |
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

O que levou Santo Irineu a escrever o primeiro catecismo da história

Leemage via AFP

Aliénor Goudet - publicado em 28/06/21

Quando foi eleito bispo de Lyon, Santo Irineu notou a preocupante divisão dos cristãos. Para remediar isso, ele se tornou um catequista e dedicou seus escritos à propagação da verdadeira fé transmitida pelos apóstolos

Lyon, 178. O sol ainda não tinha nascido sobre a capital dos gauleses. Por várias horas, Irineu ficou andando de um lado para o outro em seu quarto, sem conseguir dormir. Já se passavam alguns meses desde que ele voltara a Lyon após as perseguições de Marco Aurélio para assumir seu cargo de bispo.

Os cristãos que conseguiram escapar da perseguição estavam visivelmente afetados. Muitos deles aguardavam o martírio, pensando que era o destino de todos os que decidissem seguir a Cristo. Embora isso o entristecesse, não era o que mais preocupava o novo bispo. 

Santo Irineu e a divisão dos Cristãos

Entre os cristãos da cidade havia uma desordem como ele nunca vira antes. Um veneno espalhado entre seus irmãos: a gnose. Essa filosofia, que afirma ser ciência, defende que a carne é a prisão das almas. Que o mundo físico é fundamentalmente ruim. E que essa verdade e conhecimento só podem ser alcançados pelos eleitos de Deus. Nunca tal absurdo fez sentido aos ouvidos de Irineu. 

Os “eleitos” eram homens orgulhosos, que desejavam aproveitar a ignorância dos cristãos para formar sua seita. Marcion se refere a duas crenças diferentes: os ebionitas negam a divindade de Cristo e os docetistas afirmam que Ele nunca encarnou. 

Essas seitas têm uma coisa em comum: todas negam a Ressurreição. Esses mesmos homens afirmam manter o segredo das tradições dos apóstolos. Como podemos conceber um paradoxo tão escandaloso? A verdade e a revelação não são privilégios de alguns, mas dádivas de Deus para todos. Caso contrário, por que Ele teria dado inteligência e pensamento aos homens? 

Santo Irineu, portanto, não poderia, em sã consciência, deixá-los dilacerar a comunidade já enfraquecida pela perseguição. Então ele escolhe uma arma formidável para combater as seitas e as heresias. 

Um bispo com uma caneta afiada

O desejo de salvar a unidade dos cristãos e de transmitir a verdadeira fé motivaram Santo Irineu. Com uma pena e um pedaço de pergaminho, ele começou a escrever cartas. Os textos rapidamente se tornaram uma obra em cinco livros chamados Adversus haereses (“Contra as heresias“). O último volume visa desconstruir os argumentos e denunciar os erros do pensamento gnóstico.

Irineu adverte os cristãos a não permitirem que suas respectivas culturas influenciem sua visão da fé. Porque as culturas são diversas, mas existe apenas uma fé.

“A salvação está escrita no coração de todos. Não são nossas terras nem nossas histórias que nos fazem amar Jesus”, disse ele.

Outros escritos de Santo Irineu

Destes escritos incessantes nasce a “Demonstração da pregação apostólica”. De fato, essa obra justifica o ensino apostólico e é considerada o primeiro catecismo escrito. Apesar das reprovações desenfreadas que fez aos gnósticos, Santo Irineu permaneceu muito indulgente em seu dever. Ele condena certas ideias, mas nunca os próprios cristãos. Afinal, Cristo não expulsou ninguém que veio a ele. Portanto, era seu dever como bispo acolher e guiar os que estão sob sua responsabilidade. 

Acredita-se que Santo Irineu morreu no ano de 202. A Igreja Católica o celebra no dia 28 de junho. Alguns o consideram o precursor dos doutores da Igreja.

Tags:
CatecismoIgrejaSantos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
5
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
6
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
7
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia