Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 22 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

O que são os milagres eucarísticos?

modlitwa kobiety

eldarnurkovic | Shutterstock

A12 - publicado em 30/06/21 - atualizado em 06/06/23

São conhecidos muitos destes milagres, antigos e recentes, e usualmente se manifestam de duas formas

Chamam-se de eucarísticos os milagres relacionados diretamente à hóstia e ao vinho consagrados, isto é, ao Corpo e ao Sangue de Cristo, sob as espécies de pão e vinho transubstanciados após as palavras do sacerdote na santa Missa, no momento da Consagração: “Este é o Meu corpo…”, “Este é o Meu sangue…”

São conhecidos muitos destes milagres, antigos e recentes, e usualmente se manifestam quando o vinho toma a forma do sangue de Cristo e a hóstia aparece sob a forma de tecido do corpo humano (miocárdio, do coração, sempre num estado de estresse muscular relacionado a grande sofrimento físico, de um homem em torno dos 30 anos de vida). Pode-se afirmar, nestes casos, que o sangue e o corpo de Cristo voltam às suas aparências verdadeiras – não mais como pão e vinho.

É importante lembrar que qualquer milagre aprovado pela Igreja depende de estudos e confirmações diversas, usando-se o apoio de abordagens científicas sempre que possível, de forma a que fique claramente determinado que tais fenômenos não têm, realmente, qualquer explicação natural possível. Em relação ao sangue do Senhor, chama a atenção o fato de que, em todos os milagres conhecidos (e também outros relacionados, como resíduos sanguíneos no Santo Sudário), o tipo sanguíneo observado é sempre o mesmo (AB), por sua vez compatível com o tipo sanguíneo judaico do tempo de Jesus.

Pelo menos três

Há pelo menos três milagres recentes muito parecidos, envolvendo hóstias caídas ao chão que não puderam ser consumidas, sendo colocadas, como é praxe, num recipiente com água para dissolverem naturalmente. Porém, após algum tempo, elas se transformaram em sangue e músculo cardíaco – que se mantêm até hoje incorruptos, sem auxílio de qualquer recurso: em Buenos Aires, Argentina (1996), Sokólka, Polônia (2008), e Legnica, também na Polônia (2013).

Dos mais antigos, dois são especialmente famosos¹. Em 750, na cidade de Lanciano, Itália, a hóstia e o vinho se transformaram em carne e sangue (com as mesmas características citadas acima) no momento em que o padre, que tinha dúvidas sobre a verdade da transubstanciação, fazia a consagração. Houve várias testemunhas, e este Sangue e Carne estão até hoje expostos à visitação; foram cientificamente analisados em 1970.

Já em 1264, em Bolsena, também na Itália, ocorreu algo semelhante, também no momento da consagração, com um padre igualmente em dúvida sobre a transubstanciação. O então Papa Urbano IV e São Tomás de Aquino verificaram pessoalmente o acontecido. Este fato levou o Papa a proclamar mundialmente a festa de Corpus Christi, comemorada até hoje.

Estes milagres, num primeiro momento, levaram a um aumento de fé por parte de sacerdotes em dúvida. Contudo, são dirigidos igualmente a todos os católicos, de todos os tempos, e também aos não crentes. De fato, Deus assim Se manifesta para que toda a humanidade possa ter a oportunidade de reconhecê-Lo e aceitá-Lo… embora sempre seja possível ao ser humano negar, lamentavelmente, até mesmo estas divinas evidências.

1. MARTINELLI, R. 2011. A Eucaristia Pão de vida Eterna. São Paulo, Cultor de Livros, 272 p.

Por José Duarte de Barros Filho, via A12.com

Tags:
EucaristiaJesusMilagre
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia