Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 16 Outubro |
Santa Margarida Maria Alacoque
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

Quais são os Evangelhos apócrifos e por que não estão na Bíblia?

Evangelhos apócrifos

Wikimedia | Public Domain

Arquidiocese de São Paulo - publicado em 05/07/21

Em um deles, Jesus aparece como um menino prodígio que gosta de criar pombinhos de barro e, milagrosamente, fazê-los voar

Os Evangelhos apócrifos costumam despertar curiosidades e dúvidas sobre o que faz com que sejam considerados tais. De fato, o pe. Cido Pereira foi abordado sobre este assunto em sua coluna de perguntas e respostas no jornal O São Paulo, da arquidiocese paulistana.

Veja o que ele respondeu ao leitor Pedro Firmino, do bairro do Mandaqui, que indagou por que não encontramos na Bíblia Sagrada os livros apócrifos.

Antes de tudo, o padre explica o que são esses textos:

“Primeiro, vamos entender bem o que são esses livros. A palavra ‘apócrifo’ é grega e quer dizer ‘oculto’. A partir disso, a gente já começa a entender o que eles são: livros cujos autores ninguém conhece. Há muitos e muitos livros apócrifos”.

Em seguida, ele fala do porquê de não estarem na Bíblia:

“Porque são fantasiosos demais e de fonte desconhecida, eles não foram considerados inspirados por Deus e, por isso mesmo, não constam na Bíblia, que para nós, católicos, contém 73 livros: 47 do Antigo Testamento e 26 do Novo Testamento. A Igreja Católica considera que esses 73 livros são inspirados por Deus, porque muitos deles foram até citados pelos apóstolos e pelos santos escritores da Igreja.

Entre os livros apócrifos há muitos evangelhos, sabe? Certamente eles foram escritos por pessoas que queriam preencher o vazio deixado pelos quatro evangelistas – Mateus, Marcos, Lucas e João. Por exemplo, a não ser São Lucas e um pouco São Mateus, muito pouco, quase nada, sabemos sobre a infância de Nossa Senhora, sobre a adolescência e juventude de Jesus. Já esses tais evangelhos apócrifos falam a respeito, mas de uma forma tão fantasiosa que não dá para aceitar que são verdadeiros e inspirados por Deus”.

Mas, afinal, quais são os tais dos Evangelhos apócrifos?

O padre prossegue, citando vários exemplos:

Evangelho de Tiago

“Há um livro apócrifo chamado ‘Evangelho de Tiago’. Nele está registrado o nome dos pais de Nossa Senhora, São Joaquim e Sant’Ana, a apresentação de Maria no templo, a escolha de José para esposo de Maria. O bastão de José teria florescido, fazendo com que os pais de Maria o aceitassem como noivo dela. Há também alguns detalhes sobre o nascimento de Jesus. A data em que foi escrito foi lá pelos anos 200 d.C”.

Evangelho de Tomé

“Outro livro apócrifo muito conhecido é chamado ‘Evangelho de Tomé’. Nele são narrados alguns episódios da infância de Jesus, como sempre muitos fantasiosos. Jesus aparece como um menino prodígio que gosta de fazer milagres, como fazer pombinhos de barro e fazê-los voar”.

Evangelho Árabe da Infância

“Mais outro, chamado ‘Evangelho Árabe da Infância’, fala dos milagres que aconteciam ao contato com a roupa branca e com a água em que Maria dava banho no menino Jesus. Não dá para acreditar nessas coisas fantasiosas, não é mesmo?”

História de José

“Há também um livro apócrifo chamado ‘História de José’, o carpinteiro. Nele se diz que José foi casado, ficou viúvo, teve filhos no primeiro casamento, morreu nos braços de Jesus e de Maria”.

O padre finaliza:

“Está vendo, Pedro? Pode até ser divertido ler esses textos, mas não devemos dar crédito a eles. Até porque a Igreja, embora os conserve, não os considera de inspiração divina, não os considera Palavra de Deus”.

Tags:
BíbliaevangelhoHistóriaIgreja CatólicaJesus
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
2
Milagre do Sol em Fátima
Reportagem local
13 de outubro: o dia em que o mundo presenciou o Milagre do Sol e...
3
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
4
Restauração da imagem de Aparecida por Maria Helena Chartuni
A12
Arrebentada em 200 pedaços: a impactante experiência da restaurad...
5
PRIEST-EUCHARIST-ELEVATION-HOST
Philip Kosloski
O que devemos rezar quando o padre eleva a hóstia e o cálice?
6
MULHER REZANDO
O São Paulo
Rezar deitado: é certo ou errado?
7
Claudio de Castro
Uma alma do Purgatório te agradecerá por isto
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia