Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 01 Agosto |
home iconEstilo de vida
line break icon

Por que vale a pena casar?

WEDDING, CHURCH, CRUCIFIX

Cindy Hughes | Shutterstock

Cecilia Zinicola - publicado em 08/07/21

Qual é a diferença entre morar junto e casar? Você está pensando em dar mais um passo em seu relacionamento? O casamento abre novas possibilidades para amarmos e sermos amados

Embora não haja garantias no amor, o ato de casar oficialmente e perante Deus cria um ambiente propício para aumentar as chances de felicidade. Ao contrário de uma relação ou convivência livre, o casamento responde de forma natural e autêntica ao convite que o amor nos faz.

Quando duas pessoas se apaixonam, não são chamadas a viver nenhum tipo de união. O amor as convida a uma relação em que você possa realmente amar e expressar uma doação recíproca, um amor comprometido, exclusivo, permanente, altruísta e fecundo.

NOIVA E NOIVO SOB O GUARDA-CHUVA

A diferença entre casar e morar junto

A diferença entre morar junto e casar não está só no papel ou em uma cerimônia. Casar é tornar público o que o casal vive, é um novo ato de amor pelo qual duas pessoas se comprometem a amar um ao outro para sempre.

Essa medida de dedicação, comprometimento e de querer amar gera energias, ideias, esforços e atitudes que não se concretizam se o objetivo do relacionamento é estar junto até que passe o desejo de estar junto.

O ato de casar, embora não elimine as limitações ou defeitos das pessoas, é por si só um fato que faz bem para o casal e eleva as capacidades de amor dos cônjuges a um nível que pode não ser alcançado sem esse compromisso oficial.

Amantes são aqueles que simplesmente se amam. Por outro lado, os cônjuges são aqueles que, além de se amarem e por se amarem na medida que o amor lhes propõe, decidem comprometer-se a amar-se. Essa é a grande diferença.

O “para sempre” fortalece o compromisso e o amor

O amor autêntico convida a uma união permanente e não temporária para viver “para sempre com o outro”.

O simples desejo de querer estar com o outro é algo meramente afetivo. Casar é um passo para a decisão de fazer dessa união um claro “sempre com você”.

Através de um ato concreto do presente (o casamento), os amantes se projetam no tempo. Eles “entram no futuro com aquela outra pessoa”. Essa maneira específica significa comprometer-se.

NOWOŻEŃCY

Casar é dar o melhor de si mesmo

Uma característica do casamento é o altruísmo, que é dar o melhor de si ao outro. Uma atitude que diferencia os solteiros dos casados. Através do altruísmo, você se enriquece com as diferenças da pessoa que escolheu para partilhar a sua vida.

De fato, o casamento é o que a humanidade chamou em todas as culturas e em todos os tempos de união entre um homem e uma mulher que têm toda uma riqueza para se complementar em sua diversidade sensual, racional, fisiológica, emocional e espiritual.

O bem dos cônjuges como fim do casamento são aquelas mudanças que se fazem na maneira de ser, a fim de se viver uma relação de dois como um. É a realidade de ser dois como um. Não é um casal, é um casamento.

CASAMENTO

Mente aberta para a vida

O casamento convida a um amor fecundo, a recriar tudo com o outro, porque o amor gera fertilidade de muitas maneiras, não só no dar vida a um ser humano. O amor conjugal cria nos cônjuges uma atitude de abertura em relação à vida em geral.

A sólida estrutura oferecida pelo amor compromissado prepara um ambiente de muita tranquilidade para receber os filhos e criar no casal o apreço pelo valor da vida.

Matrimônio

Enriquecimento sacramental

O casamento é uma herança comum da humanidade. Mas a grande riqueza dos católicos é que o casamento foi elevado por Cristo à dignidade de sacramento. Uma realidade espiritual em que Cristo une a vida do casal para ajudá-los a viver seus fins.

Isso significa que, pelo compromisso assumido, existe uma maior vontade e energia para melhorar a si mesmo, mas também, sendo sacramental, tem-se Cristo. O amor trabalha todos os dias, e onde os esforços humanos não chegam Jesus faz a sua parte.

Tags:
casalCasamentomatrimônio
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
3
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira rezou todos os dias às 3h...
4
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
5
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
6
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
7
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia