Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Julho |
Santa Marta
home iconEstilo de vida
line break icon

Por que estamos exaustos da pandemia?

GIRL

Shutterstock | OrelPhoto

Fotografía ilustrativa

Octavio Messias - publicado em 18/07/21

Excesso de trabalho, tarefas domésticas e responsabilidade com os filhos aumentam casos de insônia, ansiedade e depressão 

No filme Feitiço do Tempo (1993), o personagem de Bill Murray é um meteorologista que vai até uma cidade rural acompanhar um evento popular conhecido como “Dia da Marmota”, porém ele fica preso em uma espécie de túnel tempo e revive cada dia que é exatamente como o anterior até que consiga rever suas atitudes. É mais ou menos como nos sentimos na pandemia, em um eterno “Dia da Marmota”. 

Uma pesquisa recente feita pelo Ministério da Saúde no Brasil em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) indicou que 30,7% dos mais de dois mil entrevistados apresentaram sinais de cansaço e indisposição: os especialistas falam em uma epidemia da exaustão. 

Estamos estafados pela falta de lazer, essencial para fazer aquela “faxina no HD”, pelas restrições, pelo excesso de trabalho geralmente em frente ao computador, pelo acúmulo das tarefas domésticas, pela responsabilidade de cuidar e tutoriar os filhos o tempo todo. E a falta de de contato com as pessoas, o cenário de mortes e a incerteza do amanhã, a impossibilidade de fazer planos, adiciona uma grande dose de ansiedade a essa rotina. 

O excesso de horas em frente ao computador afeta a produção de cortisona, o hormônio do estresse, pois a luz do aparelho faz o corpo entender que ainda é dia, independentemente do horário. E quanto mais você fica sentado em frente ao computador, mais seus olhos e sua mente ficarão cansados, enquanto seu corpo, sem se exercitar, permanecerá disposto, o que gera insônia. E alterações do sono estão diretamente ligadas a casos de ansiedade e depressão. 

Entre outros fatores, uma alimentação menos balanceada, o que tem se tornado comum para muitos brasileiros, influencia diretamente, também, nos estados de humor, assim como a ausência de vitamina D pela falta de Sol.  O sedentarismo, resultante das restrições a academias e parques, também pode trazer mal-estar. 

Especialistas apontam que esse tempo de pandemia já viu uma progressão de três tipos de transtornos mentais. Na primeira fase da pandemia, multiplicaram-se as queixas de insônia. Em uma segunda, tornaram-se mais comuns casos de ansiedade, que saltaram de 8,7% para 14,9%, segundo um estudo realizado pela Universidade do Rio de Janeiro (UERG). Agoras vemos uma alta nos casos de depressão, que foram de 4,2% da população para 8% com a pandemia. 

Para reverter esse quadro, recomendam-se alguns cuidados básicos como manter uma rotina regrada, acordar sempre no mesmo horário, procurar manter uma alimentação saudável, exercitar-se e tomar sol regularmente. Caso ainda assim se mantiverem sintomas de ansiedade e depressão, talvez o mais indicado seja consultar um médico ou buscar uma terapia on-line.

Precisamos nos cuidar.

Tags:
CoronavírusDepressãoEstressePandemiaSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira reza todos os dias às 3h ...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
CANDLELIGHT PROCESSION AND ROSARY
Elizabeth Zuranski
A oração escondida no fim da Ave-Maria
4
menino Lázaro curado câncer
Aleteia Brasil
Brasil: família testemunha cura de menino com câncer por interces...
5
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
6
Padre Zezinho
Reportagem local
Cura pela televisão é possível? Pe. Zezinho desmascara manipulaçõ...
7
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia