Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 08 Agosto |
São Domingos de Gusmão
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

China é acusada de torturar padre que se negou a servir ao regime

web3-officials-demolish-golden-lampstand-church-in-shanxi-china-guardian-news-.jpg

Guardian News | Youtube

Francisco Vêneto - publicado em 04/08/21

O sacerdote se recusou a aderir à "Igreja independente" controlada pelo regime de Pequim

China é acusada de torturar padre que se negou a servir ao regime comunista: trata-se do pe. Joseph Liu, da diocese de Mindong, que foi preso após se recusar a aderir à assim chamada Associação Patriótica Católica Chinesa.

Apesar do nome, essa entidade nada tem de católica: foi criada pelo próprio partido comunista chinês para tentar manter os católicos sob seu controle e neutralizar a influência do Papa. O partido força os católicos a se filiarem a essa “Igreja independente” e persegue os fiéis e os membros do clero que optam por se manter leais à Igreja verdadeira.

A agência de notícias Asia News divulgou que, segundo fontes que pediram anonimato, o pe. Liu foi vítima de nada menos que 10 horas de tortura. “A perseguição contra os religiosos católicos não para”, ressaltou a agência.

De fato, a tortura de um sacerdote por ser fiel à Igreja Católica Apostólica Romana coloca na berlinda as alegadas mudanças do Partido Comunista Chinês em relação à Santa Sé. O Vaticano vem tentando a via diplomática para estabelecer uma relação formal com Pequim e proporcionar com isso mais segurança aos católicos chineses, mas o regime comunista não parece disposto a cumprir a sua parte do compromisso.

Além da prisão sumária e da tortura praticada contra o pe. Liu, a Igreja na China sofre também o drama do sumiço do bispo de Xinxiang, dom Joseph Zhang Weizhu. Conforme divulgado pela Asia News, ele foi preso ainda no mês de maio, junto com seminaristas e outros dez sacerdotes. Todos foram libertados, menos o bispo, cujo paradeiro não é conhecido.

O regime comunista chinês tem derrubado inúmeras igrejas no país em sua campanha para forçar os católicos a renunciarem ao vínculo com a Santa Sé.

Tags:
comunismoIdeologiaPadresPolítica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia