Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 19 Setembro |
Santos Mártires coreanos (AndréKim Taegon, Paulo Chong Hasang e 101 companheiros)
home iconAtualidade
line break icon

O padre que abençoou a bomba atômica se arrependeu mais tarde na vida

HIROSHIMA,ATOM BOMB,EXPLOSION

U.S. Government Work | Public Domain

The bombing. During the birthing of this cloud, 20 mins after detonation soot filled black rain began to fall on survivors. Climate scientists suggest that 100 of these identical firestorm clouds could cause 1-2 celsius of "catastrophic" global cooling, which is termed a small "nuclear winter".

Inma Alvarez - publicado em 12/08/21 - atualizado em 12/08/21

"Tudo o que posso dizer hoje é que eu estava errado"

George Zabelka foi um sacerdote católico americano de origem austríaca. Como muitos jovens de sua geração, alistou-se como capelão em defesa de seu país na Segunda Guerra Mundial. Sua missão era acompanhar espiritualmente os quase 2 mil homens do agrupamento 509, a unidade treinada para lançar a bomba atômica sobre o Japão.

Zabelka não era militarista e sempre dizia que assassinar civis a sangue frio não era aceitável. Mas ele pensava como muitos de sua época: combater os países do eixo seria uma “guerra justa”.

Quando soube que duas bombas tinham matado centenas de milhares de civis, lamentou muito, mas, para ele, seus homens tinham feito “o correto” para colocar fim, de uma vez por todas, à guerra.

Mudança de opinião

Entretanto, a opinião do padre começou a mudar quando ele soube que uma das bombas tinha sido lançada sobre Nagasaki, a cidade mais católica do Japão. O jovem sacerdote chegou à conclusão que tinha enviado católicos para matar outros católicos.

“Eu não sabia que São Francisco Xavier, há séculos, tinha levado a fé católica ao Japão. Sabia que, naquele instante, aniquilavam-se escolas, igrejas e ordens religiosas. E eu não disse nada”, lamentaria o padre anos depois, em um de seus discursos.

Cheio de remorsos, o jovem sacerdote foi aos hospitais onde milhares de vítimas da bomba agonizavam. Falou com muitos sobreviventes. Decidiu, por fim, não voltar aos Estados Unidos e permanecer no Japão, servindo como capelão.

Militante pela paz

Ele dedicou o resto de sua vida a lutar ativamente pela paz e a alertar o mundo sobre os perigos da bomba atômica. Em 1984, já idoso, realizou uma peregrinação de Tóquio a Hiroshima para pedir perdão aos hibakushas, os sobreviventes japoneses das bombas.

“Como capelão das Forças Aéreas, pintei uma metralhadora nas mãos bondosas de Jesus não-violento. Depois, passei essa imagem perversa ao mundo como verdade. Cantei Glória a Deus e passei as munições. Como capelão católico para o agrupamento 509, fui o canal final que comunicou essa imagem fraudulenta de Cristo às tripulações do Enola Gay e Bockscar”, explicou o padre.

“Hoje, tudo o que eu posso dizer é que eu me equivoquei. Cristo jamais seria um instrumento para lançar horror sobre seu povo. Assim, nenhum seguidor de Cristo pode lançar o horror da guerra sobre o povo de Deus. Desculpas e explicações não têm mérito. Tudo o que eu posso dizer é: me equivoquei”, lamentou Zabelka em 1985, pouco antes de sua morte, em uma conferência na Universidade de Notre-Dame.

Tags:
GuerraViolência

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa reafirma: casamento sacramental é só entre homem e mulher
6
Aleteia Brasil
O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrár...
7
Papa Francisco pede homilias mais curtas
Francisco Vêneto
Papa Francisco pede aos padres: façam homilias mais curtas
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia