Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Filme retrata o amor e a cumplicidade na terceira idade

VENICE, ITALY - SEPTEMBER 03: Helen Mirren and Donald Sutherland attend the premiere of 'The Leisure Seeker (Ella & John)' during the 74th Venice Film Festival on September 3, 2017 in Venice, Italy.

Andrea Raffin / Shutterstock.com

Octavio Messias - publicado em 15/08/21

Disponível no Netflix, Ella e John conta emocionante história de casal no final da vida

Entre inúmeras séries e diversos blockbusters, é possível encontrar um ou outro bom filme perdido em meio ao vasto catálogo do Netflix. É o caso de Ella & John, comédia dramática ítalo-estadunidense de 2017, estrelada pelo duas vezes vencedor do Globo de Ouro Donald Sutherland e pela vencedora do Oscar Helen Mirren, dupla de atores à época com 72 e 82 anos, respectivamente, que já havia interpretado um casal no longa Bethune – A Revolução de um Herói, em 1990. A atriz foi indicada ao Globo de Ouro pelo papel em Ella & John, filme dirigido pelo italiano Paolo Virzì.  

Em busca do tempo perdido

O filme começa com os filhos de Ella e John desesperados com o sumiço dos pais. Eles percebem que está vazia a vaga onde costumavam estacionar seu motorhome (veículo recreativo com cama e cozinha na carroceria) chamado The Leisure Seeker (título original do filme, que pode ser traduzido como “caça-lazer”), da clássica marca Winnebago. Então aparece o casal de idosos, já com o pé na estrada, iniciando uma viagem através dos Estados Unidos, partindo de Wellesley, Massachusetts, no Nordeste do país, com destino à Key West, Flórida, ao Sul. O objetivo é conhecer a casa onde viveu o escritor Ernest Hemingway entre 1931 e 1939, transformada em museu em 1968. Trata-se de um antigo sonho de John, personagem que é um professor aposentado de literatura e cita passagens da obra do autor ao longo do filme. 

Na saúde e na doença

Um dos grandes atributos do roteiro é que as informações e o passado dos personagens não são revelados de uma vez, mas aos poucos. Conforme se desenrola a história ficamos sabendo que Ella se recupera de um câncer e que John sofre de demência. Longe do dramalhão, este road movie de septuagenários se passa com humor, em meio às aventuras e enrascadas em que se mete o casal, como quando são parados pela polícia ou quando um grupo de jovens tenta, sem sucesso, os assaltar. Aos poucos, no entanto, as questões de saúde de cada um vão se manifestando e cada qual mantém o compromisso de cuidar do outro. Mais do que isso, vemos como, após tantos anos de casamento, um já não vive mais sem sua cara metade e como, apesar das diferenças, eles vivem em perfeita simbiose. O desfecho final surpreende e fico aviso: já deixe uma caixinha de lenços de papel no braço do sofá, pois é de arrancar lágrimas. 

Tags:
AmorCinema
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia