Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 27 Setembro |
São Caio de Milão
home iconAtualidade
line break icon

7 filmes para entender o que aconteceu no Afeganistão

MOVIE, CINEMA, RAMBO

Kraft74 / Shutterstock.com

Ramón Monedero - publicado em 18/08/21 - atualizado em 18/08/21

Ajudam a entender o papel dos Estados Unidos no turbulento Afeganistão, que mais uma vez cai nas mãos de radicais

A incursão no Afeganistão foi a resposta dos Estados Unidos aos ataques de 11 de setembro. 20 anos depois, a ferida permanece aberta em um país que continua em um estado catatônico. Os Estados Unidos contribuíram antes, durante e depois do 11 de setembro para a situação atual e desastrosa do Afeganistão, e o cinema deu uma boa prova disso.

1. Rambo III (Peter MacDonald, 1988)

É bom lembrar que Rambo uma vez ajudou os “vilões”. O filme de Peter MacDonald nos leva ao Afeganistão quando os vilões não eram os Talibãs, mas os russos. Obviamente, Rambo não poderia falhar. O problema é que os pobres afegãos ao lado de quem nosso herói luta são os mesmos que os Estados Unidos abandonaram ao seu destino. São os mesmos que se radicalizaram e ao longo dos anos se tornaram Al Qaeda, em suma, também os mesmos que causaram o 11 de setembro. O fio narrativo não é tão claro, mas há uma conexão mais do que evidente entre uma coisa e outra.

2. Taxi to the Dark Side (Um Táxi para a Escuridão), de Alex Gibney, 2007

Abordagem perturbadora das técnicas duvidosas usadas pelo exército americano no Afeganistão, Iraque e Guantánamo. O filme é um documentário que usa um motorista de táxi afegão como elemento central para explicar as ações dos norte-americanos. O filme ganhou o Oscar de melhor documentário e vários outros prêmios.

3. The Land of the Enlightened (Pieter-Jan De Pue, 2016)

Outro documentário, exceto este, realmente horrível, não tanto visualmente quanto moralmente. O filme belga conta a história de crianças afegãs que ganham a vida desenterrando antigas minas soviéticas enquanto vendem explosivos para outras crianças que trabalham em uma mina de lápis-lazúli e tudo isso, em meio à invasão americana. Escusado será dizer que a presença americana é desconfortável e condiciona em grande parte tudo o que acontece lá.

4. A War (Thomas Lindholm, 2015)

O filme do sueco Tobias Lindholm foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, mas talvez Hollywood não estivesse preparada para tanta artilharia moral. O filme aborda três guerras diferentes, incluindo a do Afeganistão, expondo com profundidade os dilemas morais dessas guerras.

5. Charlie Wilson’s War (Jogos do Poder), de Mike Nichols, 2007

Essencial para entender como chegamos no ponto atual. O filme conta por que os Estados Unidos invadiram o Afeganistão para lutar contra os russos que tinham invadido o país durante a Guerra Fria. Em jogo estava um país muito grande e com muitas fronteiras estratégicas entre o Oriente Médio e a Ásia. O problema veio quando os americanos deixaram o país assim que ajudaram a expulsar os russos, deixando um povo desolado, porém armado. Estrelado por Tom Hanks e Juliar Roberts, o filme é essencialmente uma sátira política muito bem contada e instigante.

6. War machine (Máquina de Guerra, de David Michôd, 2017)

A guerra no Afeganistão, como todas as guerras, é atormentada por brigas e estratagemas políticos indescritíveis. Quando Barak Obama chegou ao poder, a primeira coisa que ele fez foi substituir o general no comando do Afeganistão e colocar outro oficial militar de confiança para acabar com o assunto, mas com menos homens e menos recursos. O filme de Michôd retrata esse processo como uma sátira de guerra, colocando Brad Pitt no papel do General McChrystal. Um exemplo perfeito de até que ponto uma guerra é política.

7. Rock the Kasbah (Rock em Cabul, de Barry Levinson, 2015)

O filme é uma abordagem curiosa do choque de tentar invadir e restaurar um país tão culturalmente diferente dos Estados Unidos quanto o Afeganistão. Bill Murray interpreta um desesperado e fracassado produtor musical americano que descobre uma adolescente talentosa.

Tags:
CinemaGuerra
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Vulcão Cumbre Vieja
Violeta Tejera
Vulcão Cumbre Vieja obriga pároco a evacuar capela às pressas
2
Maria Paola Daud
O dia em que Nossa Senhora parou a lava do vulcão Etna
3
Claudio de Castro
O Purgatório e o misterioso alarme das 3 da manhã
4
Oração católica para pedir chuva
Reportagem local
Existe oração católica para pedir chuva? Sim, e aqui vai ela
5
Gelsomino Del Guercio
Padre Pio tinha os estigmas, mas uma ferida secreta era mais dolo...
6
Padre Pio
Maria Paola Daud
3 orações a Padre Pio para pedir por uma causa urgente
7
PADRE PIO,I ABSOLVE YOU
Philip Kosloski
A poderosa oração de cura de São Padre Pio
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia