Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 17 Setembro |
São Roberto Belarmino
home iconEstilo de vida
line break icon

Cuidado com o que você deseja, pede e oferece!

Shutterstock

Carlos Padilla Esteban - publicado em 15/09/21

Entenda por que a vida, mais cedo ou mais tarde, irá cobrar um preço pelos nossos sonhos, pedidos e atitudes

Você deve ter cuidado com o que deseja, o que pede e o que oferece. Porque a vida pode te cobrar. E o que você deseja pode se tornar uma obsessão ou acabar tirando aquela paz que você pensava que alcançaria ao possuir o que queria. Os desejos não são maus nem bons.

Como li outro dia: “O desejo, como qualquer outra realidade, apresenta-se de forma ambígua. Certamente, pode levar ao mal, mas isso não o impede de se apresentar originalmente como um desejo para o bem.

Eu quero algo que me pareça bom. Sonho com isso. Eu me projeto querendo que seja uma realidade na minha vida.

Os desejos crescem continuamente no coração e movem minha vontade. O desejo de ter uma vida melhor e ser mais feliz. O desejo legítimo de satisfazer meus desejos. Esse desejo me move por dentro. Eu quero possuir o que ainda não é meu. A que preço?

Eu não sigo todos os meus desejos. Eu olho em meu coração, bem no fundo. O que eu mais quero? O que peço a Deus todas as manhãs?

Às vezes, desejos indizíveis estão contidos em meus pedidos. Minhas intenções – aparentemente puras – nem sempre são. Desejos insatisfeitos. As feridas me levam a desejar o que não escolhi. Esses desejos que podem me levar para fora do caminho tradicional.

O que é bom para mim?

Como posso saber exatamente o que é bom para mim? Raramente sei o que é realmente bom para mim.

Eu me volto à minha alma para ver o que choro por dentro. Deus atenderá minhas súplicas? Essas súplicas expressas ou aquelas outras silenciosas? Súplicas que sobem como incenso buscando a paz de Deus. Eu sou cuidadoso com o que desejo.

Uma vida pacífica nem sempre é uma vida feliz. Uma vida feliz tem sacrifícios.

O que é bom para mim é o que me fará feliz a longo prazo e moldará meu coração à imagem do coração de Jesus. Seus mesmos sentimentos, seus mesmos desejos. Como já passei dos anos, presumo que nem todos os meus desejos são legítimos e nem me levarão a uma vida de sucesso.

Deus quer meu bem

Mas outros sim, eu os admito, eu os levanto em forma de súplica aos pés de Deus. Ele tornará possível o que me parece distante e impossível. O amor de Deus quer meu bem, o melhor para minha vida. A alma se acalma.

Em momentos de êxtase, posso oferecer tudo a Deus. Cuidado, penso silenciosamente. Deus pode aceitar minha rendição.

É fácil oferecer toda a sua vida quando se tem apenas as próximas horas diante dos seus olhos. Mas então a vida é muito longa. Cuidado com o que ofereço. Não quero oferecer mais do que posso dar mais tarde. Não quero ficar acorrentado às minhas ofertas não atendidas. E não me faz bem fingir que estou dando tudo de mim, quando, com a outra mão, guardo o que é importante para mim.

Não prometer o que não se pode dar

Tenho bolas de ouro em minha alma que não estou disposto a abandoná-las. Já disse a Deus muitas vezes, para que ele saiba. Ele já sabe. E é por isso que parei de prometer o que não está em meu poder dar.

Só posso dizer a Ele que o amo agora e dou tudo a ele neste exato momento. O resto será um presente de Deus, não fruto do meu esforço. Eu prometo o impossível. E sonho com o inatingível.

E Deus me olha comovido, aquele olhar que já vi muitas vezes. Não há decepção na maneira como ele olha para mim. Só ternura, porque ele sabe que a minha voz exprime o que quero, mesmo que depois não esteja ao meu alcance.

Por isso faço minhas as palavras do Cardeal Sarah: “Quando te calares depois de receber a Sagrada Comunhão, não penses muito nem ofereças muitas orações ao Senhor. Em vez disso, fica ali, na presença de Jesus e diz-lhe: Meu Jesus, quem sou eu para estares aqui em mim? E na sua privacidade, maravilhe-se e admire”.

Oferecer limites

Tenho cuidado com o que ofereço a Deus. Dou minha vida, sim, mas com seus limites. Estou ciente da minha pobreza, da textura dos meus sonhos e desejos. Eu conheço todas as minhas inconsistências e incapacidades. Mas Deus me escuta e me acompanha.

Deus me ouve porque deseja tornar possível o impossível em minha vida. Ele quer que eu tenha paz na minha alma e nunca apague o sorriso dos meus lábios.

Gosto daquele Deus que não se deixa enganar pelas minhas orações bombásticas. Ele sabe como eu estou lá no fundo e não se emociona cada vez que dou tudo a ele. Ele conhece minha falta de jeito e conhece minha relutância.

Sonhar sempre

Mesmo assim, não me canso de sonhar, de esperar, de desejar até o que não me convém. E Deus fará minha vida para se adequar a ele, mesmo que doa dentro de mim.

É por isso que não deixo de desejar que o que li outro dia não aconteça comigo: “Nossos desejos podem nos distrair, não porque exigimos muito, mas porque nos contentamos com muito pouco, com satisfações modestas.”

Tenho tantos desejos para o mundo que não aspiro muito nesta vida. Eu me conformarei com muito pouco. Quero reconhecer minha pobreza e sonho das alturas, onde a alma encontrará a luz. 

Tags:
Deus

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
3
Irmã Lúcia, de Fátima, e o Papa São João Paulo II
Francisco Vêneto
O terço “funciona”, garante a Irmã Lúcia, de Fátima: e ela explic...
4
Papa Francisco pede homilias mais curtas
Francisco Vêneto
Papa Francisco pede aos padres: façam homilias mais curtas
5
porta
Reportagem local
Capelão de hospital: ação dos anjos é fundamental na hora da mort...
6
Ricardo Sanches
Menino de 4 anos brinca de missa, conhece vários santos e surpree...
7
ROSARY
Philip Kosloski
É verdade que meu Anjo da Guarda termina de rezar o Rosário se eu...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia