Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 21 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Portugal se torna o país líder mundial na vacinação contra covid-19

LISBOA

Trabantos - Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 15/09/21

Ultrapassando Malta na primeira colocação, o país já tem mais de 81% da população com a imunização completa

Portugal se tornou o país líder mundial na vacinação contra a covid-19 ao ultrapassar Malta como a nação com o maior percentual da população completamente imunizada.

Segundo o site de estatísticas Our World in Data, Portugal apresenta, nesta quarta-feira, 15 de setembro, um índice de 81,54% da população com o esquema vacinal completo, diante de 80,95% em Malta. O terceiro lugar é ocupado pelos Emirados Árabes Unidos, com 78,80%.

Quando se considera o total de habitantes que já receberam pelo menos a primeira dose, independentemente de terem ou não completado o processo de imunização, Portugal aparece em segundo lugar: 86,94% da população portuguesa já recebeu ao menos a primeira dose, diante de 89,89% dos habitantes dos Emirados Árabes Unidos.

Não custa lembrar que estes números mudam continuamente e, portanto, as posições no ranking da vacinação contra covid-19 podem variar de um dia para o outro.

Outros países

No Brasil, 67,17% da população iniciou a imunização: 31,91% receberam a primeira dose e 35,26% dos habitantes já completaram o processo de vacinação contra covid-19, seja por terem tomado as duas doses, seja por terem recebido um imunizante de dose única.

Pelo critério do percentual de habitantes que iniciaram o processo vacinal, o Brasil está à frente de países como a Alemanha, o Japão, a Argentina, os Estados Unidos, a Turquia e o México, o que indica um maior alcance da cobertura vacinal junto à população. Mas o país ainda fica atrás pelo critério de população com o ciclo completo da vacina: no caso dos EUA, por exemplo, 62,53% dos habitantes iniciaram o processo, o que é menos do que no Brasil, mas 53,31% já o completaram, o que ultrapassa o cenário brasileiro no tocante à finalização do ciclo. Esta diferença, evidentemente, cai à medida que se completa o intervalo obrigatório entre a primeira dose e a segunda: o prazo varia conforme o imunizante, podendo chegar a 3 meses.

Nas Américas como um todo, a liderança está com dois países sul-americanos: o Uruguai e o Chile, que, respectivamente, já vacinaram completamente 73,18% e 72,50% de seus cidadãos. O Canadá tem 68,66% de habitantes totalmente imunizados, com 74,72% tendo iniciado o processo. O último colocado na região é o Haiti, onde apenas 0,19% da população começou o ciclo da vacinação e 0,12% o completou.

A média mundial de vacinação contra covid-19 é de 42,41% da população com o processo de imunização iniciado: 30,25% completaram a vacinação e 12,16% receberam apenas a primeira dose, até o momento.

Abaixo da média mundial aparecem países como Índia, Tailândia, Rússia, Irã, Indonésia e África do Sul, entre muitos outros.

Tags:
CovidInformações sobre vacina contra COVID-19PandemiaSaúde
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia