Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma 
Aleteia logo
home iconEstilo de vida
line break icon

A antiga prática cristã que vai te ajudar a manter o foco

MEDYTACJA

Ekaterina Iatcenko | Shutterstock

Chris Lowney - publicado em 22/09/21

Nossas tradições espirituais oferecem alternativas a práticas controversas da moda

Este artigo leva apenas 3 minutos de leitura, mas tenha certeza de que sua mente irá dispersar em algum momento.

Mas eu não vou me ofender.

É que isso aconteceria mesmo que eu fosse uma escritora brilhante, porque a mente humana tende a perder o foco. E esse é um fenômeno que parece estar aumento hoje. Felizmente, há um antídoto: algumas “tecnologias espirituais” antigas.

Mas antes de prescrever a cura, deixe-me explicar a doença: Um estudo fascinante de pesquisadores de Harvard concluiu que nossas mentes vagam até 47% do tempo. E tendemos a nos sentir infelizes enquanto isso está acontecendo. Como os pesquisadores disseram: “Uma mente humana é uma mente errante, mas uma mente errante é uma mente infeliz”.

Mundo digital

Basta pensar em como as mídias sociais e as tecnologias de telefonia inteligente exacerbaram o problema. Flutuamos ao longo de um rio de postagens, e-mails, mensagens de texto e telefonemas. Estamos 100% presentes em todas as distrações aleatórias e diversas que cruzam nosso radar.

No que não estamos presentes é o que, em última análise, conta: o que está acontecendo em nosso eu mais íntimo? Estamos atentos às nossas maiores prioridades, neste dia e em nossas vidas? E, além de tudo, como estamos nos relacionando com Deus em nossa vida interior?

O que fazer a respeito? Bem, os gênios das mídias sociais cujos aplicativos agravaram essa bagunça estão propondo soluções. Mais aplicativos, aplicativos neste caso para nos impedir de distrair. Sério? Não, obrigado.

Práticas antigas

Estaremos melhor com práticas antigas em vez dessas novas. Em vez de explorar aplicativos de smartphones de alta tecnologia, vamos aproveitar a sabedoria das grandes tradições religiosas do mundo, que séculos atrás já haviam estabelecido práticas para centralizar nossas mentes errantes. 

Os cristãos contam, entre outros, com os ensinamentos de São Bento, cujas comunidades monásticas rezam muitas horas por dia. A liturgia das horas, uma disciplina de rezar em horários definidos durante cada dia, é amplamente praticada dentro da Igreja.

Mas o que tais práticas têm a ver com as mídias sociais e a pesquisa de Harvard sobre mentes errantes? Muito! Se a mente humana invariavelmente tende a vagar, nós podemos treinar nossa mente para manter o foco.

As práticas monásticas não foram desenvolvidas especificamentepara curar mentes errantes; elas foram instituídas para fins explicitamente religiosos: para ajudar os seres humanos a se conectar com Deus.

Mas elas também têm o efeito colateral salutar de nos reorientar para o que é, em última análise, importante na vida.

Flexível

É certo que sua programação diária provavelmente não permitirá um regime de oração tão bem prescrito quanto os monges seguem.

Não importa: nossas tradições espirituais oferecem alternativas flexíveis. Santo Inácio de Loyola, por exemplo, o fundador da ordem religiosa dos jesuíta, propôs uma pausa reflexiva diária chamada de “examen”. Simplificando, dedicar alguns minutos, algumas vezes ao dia, para expressar gratidão pelas bênçãos do dia, lembrar no que podemos melhorar e pedir a ajuda de Deus pelo resto do dia.

Qual versão de todas essas práticas funciona melhor? Simples: a que funcionar para você. Analise as possibilidades ou desenvolva seu próprio ritual. Mas torne isso um hábito e comprometa-se a seguir. Não presuma que você se lembrará de fazê-lo todos os dias. Nosso mundo é muito caótico, ocupado e distrativo.

É humilhante para mim, como autora, considerar que sua mente provavelmente vagou um pouco durante os parágrafos anteriores, mas estou satisfeita por você ter chegado até aqui. E será muito mais gratificante se você agora dedicar tempo a descobrir e cultivar algum hábito diário para centralizar novamente sua mente errante.

Veja algumas dicas:

Tags:
EducaçãoEstresseMeditação
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia