Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 16 Outubro |
Santa Margarida Maria Alacoque
Aleteia logo
home iconEm foco
line break icon

Nossos idosos: um presente de Deus

GRANDMA

Shutterstock | Yuganov Konstantin

Pe Vanderlei Luis Cargnin - publicado em 26/09/21

Devemos cultivar o respeito pelos mais velhos, com o objetivo de proteger as gerações mais antigas e ter a oportunidade de aprender com elas

Em 2019, o número de idosos no Brasil chegou a 32,9 milhões. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a tendência de envelhecimento da população vem se mantendo e o número de pessoas com mais de 60 anos no país já é superior ao de crianças com até 9 anos de idade.

O número de brasileiros idosos de 60 anos e mais era de 2,6 milhões em 1950, passou para 29,9 milhões em 2020 e deve alcançar 72,4 milhões em 2100.

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu em 1991 o 1ª de outubro como Dia Internacional do Idoso. O objetivo é sensibilizar a sociedade mundial para as questões do envelhecimento, dando ênfase à necessidade de proteção e de cuidados para com essa população.

Ser idoso é um presente de Deus

Em nossa sociedade, prevalece muitas vezes a ideia da velhice como uma idade infeliz, sempre entendida apenas como a idade da assistência, da necessidade e das despesas para o tratamento médico. O documento da Pontifícia Academia para a Vida sobre a condição da “terceira idade” depois da pandemia intitulado “A velhice: o nosso futuro. A condição dos idosos depois da pandemia”, diz: “ser idoso é um presente de Deus e um enorme recurso, uma conquista a ser salvaguardada com cuidado, mesmo quando a doença se torna incapacitante e surge a necessidade de cuidados integrados e de alta qualidade. É inegável que a pandemia reforçou em todos nós a consciência de que a riqueza dos anos é um tesouro a ser valorizado e protegido”.

Possibilitar o encontro das gerações

Importante é possibilitar que os idosos tenham um encontro com as outras gerações. É fundamental que eles possam se relacionar com as crianças e os jovens, o mesmo documento evoca um “encontro” que possa levar para o tecido social “aquela nova seiva de humanismo que tornaria a sociedade mais solidaria”. Muitas vezes o Papa Francisco exortou os jovens a ficarem perto de seus avós”, acrescentando que “o homem que envelhece não se aproxima do fim, mas do mistério da eternidade. Para entender isto ele precisa se aproximar de Deus e viver na relação com Ele. Cuidar da espiritualidade dos idosos, de sua necessidade de intimidade com Cristo e de partilha da fé é uma tarefa de caridade na Igreja”. O documento deixa claro que “é somente graças aos idosos que os jovens podem redescobrir suas raízes, e é somente graças aos jovens que os idosos recuperam a capacidade de sonhar”.

A fragilidade e o sofrimento como ensinamento

Percebo que a grande dificuldade quando se chega a idade da velhice é aceitar a dependência. Muitas vezes o idoso perde a autonomia de andar, dirigir, comer e outros. Depender de alguém para tudo, até para as necessidades mais intimas se torna quase uma “agressão” a vida e ao princípio de autonomia. Torna-se difícil a aceitação do sofrimento e das fragilidades trazidos pela velhice e doença. Segundo o documento, o testemunho que os idosos podem dar através de sua fragilidade também é precioso. “Ele pode ser lido como um magistério, um ensinamento de vida”, observa a reflexão, esclarecendo que “a velhice também deve ser entendida neste horizonte espiritual: é a idade propícia do abandono a Deus. À medida que o corpo enfraquece, a vitalidade psíquica, a memória e a mente diminuem, a dependência da pessoa humana de Deus parece cada vez mais evidente.”

Comunidade Padre Caetano Pagliuca

A Comunidade Padre Caetano Pagliuca é um lugar especial da Província Nossa Senhora Conquistadora dos Padres e Irmãos Palotinos, neste local são acolhidos os idosos da Província para cuidados especiais com a saúde. Um ambiente acolhedor para descanso, depois de muitos trabalhos realizados em favor das pessoas e do reino de Deus.
Somos hoje na comunidade em torno de 18 pessoas. Acolhemos outras pessoas ligadas aos palotinos, além de alguns padres diocesanos que são cuidados na nossa comunidade. Alguns padres e irmãos que moram na comunidade ajudam a coordenar a mesma e também trabalham em outras atividades da Província.

Temos um programa comum para todos. Destacamos o chimarrão pela manhã, missa todos os dias, celebração individual de todos os aniversariantes, recreação na quarta-feira e no final de cada mês uma tarde de espiritualidade, além de horários individuais para situações específicas.

Temos uma equipe qualificada de colaboradores que trabalham para oferecer o melhor cuidado aos nossos idosos e tornar esta fase da vida agradável e de boa convivência, apesar da dor, sofrimento e doença de muitos.

Existe muita vida em nossa comunidade. É uma alegria para todos acolher os visitantes, voluntários e outras pessoas.

Sobre a comunidade Padre Caetano Pagliuca, afirma Padre Lauro Trevisan: “Vou falar de uma casa interessante e especial. É a casa em que vivo desde 1960. Quanto tempo, tchê! Alegra-me dizer que a comunidade está no seu melhor momento. Ambiente agradável, atendimento invejável, e, para aproveitar a rima, grupo memorável, com tudo que é desejável. A energia é muito boa, os habitantes se querem bem e por todos os cantos, onde se encontram colegas, há ambiente alegre e descontraído. Os membros nessa comunidade palotina; uns, como diz a Bíblia, ainda plantando, outros irrigando, outros já colhendo. E há também os que desfrutam a colheita, estes os nossos idosos que já cumpriram vasta trajetória em colégios e paróquias, ensinando, pregando, batizando e semeando o bem. Antes da pandemia, a roda de chimarrão era o ponto dos altos papos. Há reuniões da comunidade, tardes de espiritualidade, missa diária, quer dizer, a alma continua recebendo eflúvios celestiais. Os aniversários são celebrados com missa festiva, jantar e bolo ao som dos “parabéns”. O time de colaboradores é feito de pessoas muito atenciosas. No mais, seguimos na melhor idade que vai e vai cada dia melhor”.

O papel dos idosos

O papel dos idosos está sempre em constante mudança, variando de cultura para cultura, ao longo das diferentes épocas. A terceira idade deveria ser vista como uma fonte de sabedoria e prestígio e na verdade, apesar de serem menos fortes, as pessoas mais velhas são, sem dúvida, um oceano de experiências que servem como exemplo para gerações mais novas. Devemos cultivar o respeito pelos mais velhos, com o objetivo de proteger as gerações mais antigas e ter a oportunidade de aprender com eles.

O caminho para uma sociedade inclusiva das pessoas da terceira idade ainda é longo, mas acreditamos que, cada vez mais, esta preocupação será alvo de atenção por todo o mundo.
Cuidemos bem de nossos idosos!

Tags:
IdososVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
2
Milagre do Sol em Fátima
Reportagem local
13 de outubro: o dia em que o mundo presenciou o Milagre do Sol e...
3
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
4
Restauração da imagem de Aparecida por Maria Helena Chartuni
A12
Arrebentada em 200 pedaços: a impactante experiência da restaurad...
5
PRIEST-EUCHARIST-ELEVATION-HOST
Philip Kosloski
O que devemos rezar quando o padre eleva a hóstia e o cálice?
6
MULHER REZANDO
O São Paulo
Rezar deitado: é certo ou errado?
7
Claudio de Castro
Uma alma do Purgatório te agradecerá por isto
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia