Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 16 Outubro |
Santa Margarida Maria Alacoque
Aleteia logo
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

A vida repleta de amor de uma sobrevivente do Holocausto

Magda Hollander-Lafon

Camille de Longvilliers - publicado em 27/09/21

Magda Hollander-Lafon, uma mulher extraordinária, sobreviveu a um pesadelo vivo quando adolescente, e hoje tem uma mensagem de amor e esperança para o mundo

Magda Hollander-Lafon sabe o quão preciosa é a vida. Mas levou tempo para ela aceitar seu valor e despertar do longo pesadelo que passou desde a infância.

Ela é uma sobrevivente da deportação e dos campos de concentração do Holocausto nazista. Hoje, essa mulher radiante de 93 anos continua a transmitir a chama que faz seu coração bater: “Quando é por amor, você pode fazer o impossível”.

Nascida em 1927 em Záhony, Hungria, Magda Hollander foi uma entre os 437.403 judeus húngaros deportados na primavera de 1944. Ela tinha 16 anos quando, ao chegar a Auschwitz-Birkenau, uma voz sussurrou em seu ouvido: “Você tem 18 anos”. Ela escapou da câmara de gás, mas nunca mais viu sua mãe e irmã. Magda experimentou fome, abuso, trabalho forçado e “indiferençaperante todo o seu horror”.

O dom de não ter mais medo

“Aceitei a ideia de que ia morrer”, diz Magda. Sua vitalidade e uma imaginação transbordante permitiram que ela encontrasse uma maneira de viver. Magda queria “permanecer de pé.”

Durante o inverno de 1945, ela teve que caminhar dezenas de quilômetros nas montanhas geladas para se juntar a outros trabalhadores forçados, participando repetidamente do esforço de guerra alemão. Em abril de 1945, com outros quatro prisioneiros, Magda conseguiu escapar durante um comboio e se escondeu em uma floresta.

Soldados americanos os encontraram e os confiaram a agricultores. Eles enfrentaram um lento retorno à realidade, cercados por rostos e olhares amigáveis.

Magda Hollander-Lafon estudou para se tornar psicóloga infantil, aprendeu francês, tornou-se cristã e começou uma família, “uma fonte de criação e recriação que nunca termina”.

Magda mora em Rennes, França, e conheceu milhares de jovens ao longo dos anos, a quem sempre disse a mesma coisa com grande sensibilidade: “Faça-me perguntas”. Ela deseja alcançar as jovens gerações onde elas estão, sem sobrecarregá-las, mas ajudando-as a crescer em confiança e responsabilidade. Ela lhes diz: “Somos agentes em nossas próprias vidas, responsáveis pelo nosso amanhã”.

Essa mulher com um olhar penetrante convida cada pessoa a descobrir sua força vital e tem uma abordagem muito atenciosa e compassiva em relação àqueles que têm a sorte de estar perto dela.

Muito comovida com a pandemia que está açoitando o mundo, ela renova seu apelo por um contágio de amor e solidariedade. Ela nos encoraja, dizendo: “Um olhar e um sorriso podem ser suficientes para restaurar a vida”.

A alegria de viver é o céu na terra

Um dia, em um campo de trabalho, uma mulher exausta entregou-lhe seus quatro pequenos pedaços de pão mofado e disse estas poucas palavras que mudaram sua vida: “Você é jovem, você deve viver”. O sacrifício da mulher mudou a vida de Magda.

Magda escreveu um livro cheio de profunda alegria publicado originalmente em francês em 2012 (a edição em inglês foi publicada em 2016), que conta sua história. A fé de Magda se torna louvor para cada dia:

“Obrigada, Senhor, por todos os seres de luz que Tu colocaste em meu caminho para ajudar-me a ser o que sou hoje. Agradeço pela minha história e minha vida. Tu me ajudas a ter o pão todos os dias. Por cada migalha, meu coração Te louva.”

Tags:
GuerraMulhernazismoTestemunho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
2
Milagre do Sol em Fátima
Reportagem local
13 de outubro: o dia em que o mundo presenciou o Milagre do Sol e...
3
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
4
Restauração da imagem de Aparecida por Maria Helena Chartuni
A12
Arrebentada em 200 pedaços: a impactante experiência da restaurad...
5
PRIEST-EUCHARIST-ELEVATION-HOST
Philip Kosloski
O que devemos rezar quando o padre eleva a hóstia e o cálice?
6
MULHER REZANDO
O São Paulo
Rezar deitado: é certo ou errado?
7
Claudio de Castro
Uma alma do Purgatório te agradecerá por isto
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia