Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 25 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Transgênero em seminário se passou por homem biológico, denuncia bispo

Batina

Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 30/09/21

"Vivendo sob identidade transgênero": falsificação de certidões de sacramentos teriam sido feitas para "refletir nova identidade"

O arcebispo norte-americano dom Jerome Listecki enviou à Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB) um memorando no qual denuncia o ingresso fraudulento de ao menos uma pessoa transgênero em seminários católicos.

O memorando, de 21 de setembro, afirma que o caso foi relatado ao Comitê de Assuntos Canônicos e de Governança da Igreja, observando que a pessoa em questão teria obtido certidões falsas de sacramentos para “refletir a sua nova identidade”.

O arcebispo esclareceu que nenhuma pessoa “biologicamente feminina” recebeu as ordens sagradas ao se passar por homem biológico, mas não identificou onde esse tipo de caso de falsidade ideológica teria sido verificado.

Transgênero em seminário

Dom Listecki declarou ainda que o Comitê o incentivou a enviar o memorando aos demais bispos do país para “exercerem particular vigilância” no tocante à admissão de novos candidatos ao sacerdócio.

Ele recordou a exigência do Código de Direito Canônico de que “os bispos diocesanos admitam no seminário maior e promovam à ordem sagrada somente homens que possuam as qualidades físicas e psicológicas necessárias”.

Acrescentando que os bispos “podem exigir vários meios para estabelecer certezas morais a este respeito”, ele citou como possíveis exemplos o exame de DNA “ou, no mínimo, a certificação de um médico especialista para assegurar que um candidato seja do sexo masculino”.

As informações são da agência católica de notícias CNA, que declarou ter solicitado comentários da USCCB sobre o memorando de dom Listecki, sem obter retorno.

Tags:
BisposMulherPadresVocação
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia