Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma 
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

1 ano de “Fratelli tutti”, para dar vida ao Evangelho

Antoine Mekary | ALETEIA

Andrea Tornielli - publicado em 03/10/21

'Fratelli tutti', assim como 'Laudato si’, pertencem ao magistério social da Igreja, e devemos evitar o risco de 'reducionismo'

Um ano após sua publicação, ainda é muito cedo para verificar se o efeito da encíclica Fratelli tutti será semelhante ao da Laudato si’, o outro importante documento papal, promulgado em 2015, que nunca como antes foi capaz de interceptar o interesse de pessoas distantes da Igreja, gerando iniciativas e um compromisso concreto a partir de baixo.

Fratelli tutti, assim como Laudato si’, pertencem ao magistério social da Igreja, e devemos evitar o risco de ‘reducionismo’, como se fossem documentos que se ocupam de emergências e problemas contingentes, propondo caminhos que são igualmente contingentes.

A defesa da vida, a salvaguarda da Criação a nós confiada, a ecologia humana e integral não são sugestões questionáveis e incidentais para o tempo presente, mas encontram sua origem e fundamento na Palavra de Deus.

Da mesma forma, o convite à fraternidade, a considerar o outro – quem quer que seja e de onde quer que venha – não como “o outro”, mas como um irmão enquanto filho de Deus, não é uma mera contingência ou o interesse particular de uma época na vida da Igreja, mas um olhar profundamente evangélico.

Há seis anos, com a “Laudato si”, Francisco chamava a atenção para as conexões entre a crise ambiental, a crise social, as guerras, a migração e a pobreza. Ele pediu a construção de um sistema econômico e social mais justo e respeitoso da criação, com o homem no centro e não a idolatria do dinheiro.

Há um ano, com Fratelli tutti, o Papa indicou o caminho a seguir para alcançar esse objetivo: reconhecer-nos como irmãos e irmãs, guardiães uns dos outros. Isto nada mais é do que o Evangelho, como nos ensina a parábola do Bom Samaritano, tão perturbadora e pouco convencional e, ao mesmo tempo, ainda tão pouco compreendida e vivida.

O cristão reconhece o rosto de Jesus “em cada ser humano, para vê-lo crucificado na angústia dos abandonados e esquecidos deste mundo, e ressuscitado em cada irmão que se levanta novamente”. Mas também aqueles que não receberam o dom da fé cristã compreendem a mensagem da fraternidade, o único antídoto para a corrida autodestrutiva rumo ao abismo do ódio, da guerra, do egoísmo e do fanatismo.

Embora ainda seja muito cedo para verificar os frutos da encíclica papal publicada há um ano, há sinais e sementes de esperança. Quem escreve teve a graça de passar algumas horas com Dale Recinella, um ex-advogado estadunidense do setor financeiro de Wall Street que há muitos anos, junto com sua esposa Susan, dedica sua vida a acompanhar os prisioneiros que aguardam a execução no Corredor da Morte na Flórida.

Muitos deles, graças à sua amizade, enfrentaram o verdugo reconciliado com Deus. Dale reconheceu Jesus nestes irmãos e irmãs e por esta razão, apesar das dificuldades e mal-entendidos dos quais ele está cercado, ele precisa deles tanto quanto eles precisam dele.

Com os olhos molhados de lágrimas, ele disse que a mensagem da encíclica Fratelli tutti, cada palavra e cada gesto do Papa Francisco, são para ele como “uma transfusão de sangue, que ajuda a viver e seguir em frente”. Há muitas pessoas no mundo, longe dos holofotes da mídia e das convenções comemorativas, que, olhando desta forma para o testemunho do Sucessor de Pedro, dão vida ao Evangelho.

(Editorial publicado em Vaticannews.va)

Tags:
Doutrina Social da IgrejaEconomiaPapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia