Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma 
Aleteia logo
home iconEspiritualidade
line break icon

Os 3 quadros da Divina Misericórdia

DIVINE MERCY

Wikipedia | shutterstock-Alexey Pevnev | Mazur-catholicnews.org.uk

Adriana Bello - publicado em 07/10/21

A imagem foi um pedido de Jesus à Santa Faustina. Ela chorou ao ver a primeira pintura, mas Cristo a consolou

Em 22 de fevereiro de 1931, Santa Faustina (então Irmã Helena Kowalska) teve uma revelação em sua cela no convento. O próprio Jesus pediu que ela fizesse um quadro Dele, explicando, então, o significado da imagem e onde, Ele gostaria que fosse exibido. Santa Faustina escreveu em seu Diário:

“À noite, quando me encontrava na minha cela, vi Nosso Senhor vestido de branco. Uma das mãos erguida para abençoar, enquanto a outra tocava-Lhe a túnica sobre o peito. Da túnica entreaberta sobre o peito saíam dois grandes raios, um vermelho e o outro pálido. Em silêncio, eu contemplava o Senhor. A minha alma estava cheia de temor, mas também de grande alegria. Logo depois, Jesus me disse:pinta uma Imagem de acordo com o modelo que estás vendo, com a inscrição: Jesus, eu confio em Vós. Desejo que essa Imagem seja venerada primeiramente na vossa capela e depois no mundo inteiro (…) Os dois raios significam Sangue e Água. O raio pálido simboliza a Água que justifica as almas. O raio vermelho simboliza o Sangue que é a vida das almas”.

MISERICÓRDIA DIVINA

Faustina não sabia pintar e tentou procurar ajuda no seu convento, mas não conseguiu. Mais tarde, ela foi transferida para a capital da Lituânia. Foi lá que conheceu o padre Michał Sopoćko, que era o confessor das freiras. Faustina disse-lhe que tinha falado com Jesus sobre a imagem e o plano que ele tinha para ela. No início, o padre não acreditou nela e até a encaminhou para uma avaliação psiquiátrica. Porém, depois de passar por todos os exames e ter profissionais de saúde dizendo que ela era mentalmente saudável, ele decidiu apoiá-la e mandou que ela escrevesse todas as revelações e conversas com Jesus em um diário.

O primeiro quadro

O Padre Sopoćko apresentou-a ao artista Eugenius Kazimirowski em 1934 para fazer a pintura que o Senhor lhe confiara. Faustina descreveu a imagem que vira e visitou o ateliê algumas vezes. Mas, ao ver o quadro, chorou, pois a pintura não refletia a beleza que ela tinha visto. No entanto, Jesus a encorajou, esclarecendo que o importante era que graças àquele quadro todos pudessem ir até Ele e receber sua misericórdia. 

“Quando fui à casa daquele pintor que estava pintando a imagem e vi que ela não era tão bela como é Jesus, fiquei muito triste com isso, mas escondi essa mágoa no fundo do meu coração. Imediatamente dirigi-me à capela e chorei muito. Eu disse ao Senhor: Quem vos pintará tão belo como sois? Então ouvi estas palavras: ‘O valor da imagem não está na beleza da tinta nem na habilidade do pintor, mas na Minha graça’”.

MISERICÓRDIA DIVINA

No ano seguinte, Faustina cumpriu a outra exigência de Jesus e, no primeiro domingo após a Páscoa, a imagem foi publicamente abençoada e venerada na igreja da cidade. Ela estava presente e foi a única imagem da Divina Misericórdia que ela viu. Atualmente, a pintura encontra-se no Santuário da Divina Misericórdia em Vilnius.

Sinal divino

A segunda pintura foi encomendada pela Congregação das Irmãs de Nossa Senhora Mãe da Misericórdia em 1942 ao artista Estanislao Batowski. Infelizmente, durante o levante de Varsóvia, a imagem e a capela onde ela estava foram queimadas.

O artista foi convidado a pintar outro quadro para a Capela da Divina Misericórdia em Cracóvia. Porém, o pintor Adolfo Hyla foi à sede da Congregação e disse que queria dar um quadro como um voto de ter sido salvo da guerra. De imediato, as irmãs, talvez vendo-o como um sinal, deram-lhe um santinho Divina Misericórdia e as descrições do diário de Faustina.

O segundo quadro de Batowski também chegou, mas como o de Hyla foi feito em juramento, foi o que ficou na capela. Entretanto, ele era um pouco grande para o altar, por isso em 1954 foi restaurado. O artista repintou a tela, eliminando os prados e matas que havia feito, e colocou um fundo escuro com o chão sob os pés de Jesus.

Esta é a imagem que hoje conhecemos e que se tornou mundialmente conhecida, sobretudo, pelas graças que os seus fiéis receberam. Assim se realizou o desejo de Jesus de que a imagem da sua misericórdia fosse venerada primeiro na sua capela e depois em todo o mundo. Segundo Santa Faustina, o Senhor lhe disse:

“Prometo que a alma que venera esta imagem não perecerá. Também prometo, já aqui na terra, a vitória sobre os inimigos e, sobretudo, na hora da morte. Eu mesmo irei defendê-lo como minha glória ”.

Tags:
DevoçãoDivina MisericórdiaJesusMisericórdiaSantos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
4
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
5
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia