Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Agosto |
Santos Mártires Canadenses
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Como ajudar alguém com problemas no relacionamento

TALKING

Shutterstock | fizkes

Theresa Civantos Barber - publicado em 14/10/21

Um terapeuta compartilha 5 estratégias importantes a serem seguidas se você estiver preocupado com os problemas no relacionamento de alguém próximo

Quando um relacionamento amoroso se torna abusivo, muitas vezes há sinais de alerta ao longo do caminho. Não é incomum que amigos e familiares percebam que está errado.

O que você pode fazer se notar esses sinais de alerta? Como você pode ajudar um ente querido que não percebe ou admite que algo está errado em seu relacionamento?

A Aleteia conversou com Marianna Taylor, LCSW-C, terapeuta da Clínica Alpha Omega. Ela compartilhou 5 estratégias importantes a serem seguidas se você estiver preocupado com o relacionamento de um ente querido.

1. NÃO DÊ SUA OPINIÃO SEM SER PERGUNTADO

O primeiro passo é o mais importante: “Não dê conselhos não solicitados”, diz Taylor. Isso pode parecer contraintuitivo quando você está preocupado, mas é uma das coisas mais importantes que você pode fazer.

Você quer garantir que seu ente querido se sinta seguro sendo aberto e transparente com você, mas entrar na conversa impondo sua própria visão não funciona. Assim, não comece uma conversa expressando suas preocupações sobre o parceiro(a) da pessoa, pois isso só a fará colocar-se na defensiva.

Então, o que você deveria fazer em vez disso?

2. FAÇA ALGUMAS PERGUNTAS E OUÇA ATENTAMENTE

“Ouça em primeiro lugar”, disse Taylor. “Faça perguntas se achar adequado.”

Não tem certeza de quais perguntas fazer ao seu ente querido? Ela ofereceu estas sugestões:

  • Como é o seu parceiro(a) quando fica com raiva?
  • Isso te preocupa?
  • Como isso faz você se sentir?
  • O que você acha de si mesmo( no relacionamento?
  • Como é isso para você?
  • Você já pensou que isso possivelmente não é saudável?
  • Como seu relacionamento está afetando você?

As respostas do seu ente querido lhe darão uma noção de se ele se sente seguro ou inseguro no relacionamento. E suas perguntas o fará realmente pensar sobre o relacionamento por si mesmo.

“Aborde seu ente querido com cuidado e admiração”, disse Taylor. “Você está tentando orientá-lo a entender o problema por conta própria.”

3. CRIE UM ESPAÇO SEGURO PARA ELE(A) SE ABRIR

Espero que suas perguntas ponderadas e escuta atenciosa incentivem seu ente querido a se abrir com você. Quando isso acontece, seu objetivo é fazê-lo(a) se sentir seguro, ouvido e profundamente valorizado.

“Pergunte a si mesmo: ‘estou criando e mantendo um espaço seguro para meu ente querido vir até mim? Ele(a) sabe que eu sou uma âncora segura? Estou honrando sua vulnerabilidade e não jogando seu parceiro(a) para escanteio?’”

Se você for acessível, responsivo e emocionalmente engajado, seu ente querido continuará se abrindo. Seu relacionamento pode ser uma tábua de salvação para ele(a).

4. RECONHEÇA COMO A PESSOA SE SENTE

“Valide e reconheça o quão difícil deve ser tal situação para seu ente querido”, diz Taylor. “Se houver dificuldades graves, você pode dizer: ‘Isso parece que está realmente prejudicando você. Isso parece tão difícil.’”

A pessoa talvez não compreenda profundamente que as dificuldades são realmente graves, pois o contexto pode parece normal para ela. Essa é uma das razões para não mencionar a palavra “abuso”, a menos que seu ente querido a mencione primeiro.

“Se você disser que a pessoa está sofrendo algum tipo de abuso, isso fechará a porta e criará um bloqueio mental para ela”, diz Taylor. “Ela vai sentir que você não é uma pessoa segura para conversar e que não pode se abrir com você.”

Em vez disso, reconheça seus sentimentos e ofereça simpatia e compaixão, sem julgamento.

5. ACOMPANHE

Uma parte importante do seu papel é apenas acompanhar e manter contato com seu ente querido. Assim, ele saberá que não está sozinho.

Você pode passar para visitá-lo(a), ligar ou enviar mensagens de texto regularmente. Se a pessoa falar com você sobre o relacionamento, você pode perguntar como tudo está caminhando.

Sua proximidade lembra ao seu ente querido uma verdade crucial: “ele(a) precisa se sentir seguro(a)”.

Tags:
AmorCasamentoRelacionamento
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia