Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 08 Dezembro |
Imaculada Conceição de Nossa Senhora
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Homenagem do Papa Francisco aos professores

Peter Tabichi e o Papa Francisco

Frei Peter Tabichi, via Twitter

Papa Francisco recebe o frei Peter Tabichi, eleito melhor professor do mundo em 2019

Francisco Vêneto - publicado em 15/10/21

"Eles são artesãos das gerações futuras", disse o Papa

O dia 15 de outubro, no Brasil, é dedicado a reconhecer os profissionais da educação. E que tal uma homenagem do Papa Francisco aos professores?

No dia 7 de fevereiro de 2020, pouco antes da explosão mundial da pandemia de covid-19, Francisco recebeu no Vaticano os participantes do seminário “Educação: O Pacto Global“, organizado pela Pontifícia Academia das Ciências Sociais. O Papa aproveitou a ocasião para prestar sua homenagem aos professores do mundo inteiro, destacando que, apesar de serem “os sempre mal pagos”, eles seguem em frente “com coragem e perseverança” no desafio de educar e de ser os “artesãos” das gerações futuras.

Disse Francisco:

“Desejo, neste momento, prestar homenagem aos professores, os sempre mal pagos, porque, diante do desafio da educação, eles seguem em frente com coragem e perseverança. Eles são artesãos das gerações futuras. Com o seu saber, paciência e dedicação, transmitem um jeito de ser que se transforma em riqueza, não material, mas imaterial, criando o homem e a mulher do amanhã. Esta é uma grande responsabilidade. Portanto, no novo pacto educativo, a função dos professores, como agentes da educação, deve ser reconhecida e apoiada com todos os meios possíveis”.

A homenagem do Papa Francisco aos professores foi em frente, abordando a necessidade de investir em educadores:

“Se o nosso objetivo é oferecer a cada indivíduo e a cada comunidade o nível de conhecimentos necessários para ter a sua autonomia e ser capaz de cooperar com os outros, é importante investir na formação dos educadores com os padrões mais elevados de qualidade, em todos os níveis acadêmicos”.

O Papa ressaltou também o necessário envolvimento da família na educação:

“A família precisa ser valorizada no novo pacto educativo, pois a sua responsabilidade começa no ventre materno. Entretanto, as mães, os pais, os avós e a família como um todo, no seu papel educacional primário, precisam de ajuda para entender, no novo contexto global, a importância dessa etapa inicial da vida e para estarem preparados para agir em consequência. Uma das maneiras fundamentais de melhorar a qualidade da educação no âmbito escolar é conseguir uma participação maior das famílias e das comunidades locais nos projetos educacionais. Elas fazem parte da educação integral, pontual e universal”.

Homenagem do Papa Francisco aos professores

Francisco abordou ainda o conceito de educação:

“Educar não é apenas transmitir conceitos: isto seria uma herança do iluminismo que deve ser superada. Não apenas transmitir conceitos, mas um trabalho que exige que todos os responsáveis ​​por ela, família, escola e instituições sociais, culturais e religiosas, participem desse processo de forma solidária. Para educar é preciso integrar a linguagem da cabeça com a linguagem do coração e com a linguagem das mãos. Que um educando pense o que sente e o que faz, sinta o que pensa e o que faz, e faça o que sente e o que pensa. Integração total”.

A crise educacional também foi tratada pelo Papa:

“Hoje está em crise, rompeu-se, o que eu chamei de pacto educativo: o pacto educativo existente entre família, escola, pátria e mundo, cultura e culturas. Rompeu-se e não pode ser colado a não ser por meio de um esforço renovado de generosidade e acordo universal. O pacto educativo quebrado significa que tanto a sociedade quanto a família e as instituições chamadas a educar delegam a decisiva tarefa educacional a outros, evitando a responsabilidade das várias instituições básicas e dos próprios países, que claudicaram deste pacto educativo”.

Ele finalizou reforçando a urgência da união entre todos em prol da educação:

“Somos chamados a renovar e unir o esforço de todos, pessoas e instituições, para a educação, a fim de fazer um novo pacto educativo, pois só assim será possível mudar a educação. E, para isto, é necessário integrar os saberes, a cultura, o esporte, a ciência, a diversão e a recreação. É preciso construir pontes de conexão, superar a pequenez que nos fecha em nosso mundinho e para o mar aberto global, respeitando todas as tradições (…) Não é algo de amanhã, mas de hoje. Sigam em frente! Que Deus os abençoe. Rezo por vocês e, vocês, rezem por mim!”

Tags:
EducaçãoFamíliaJuventudePapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia