Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 13 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Mais um bispo anglicano se torna católico

Bispo anglicano se torna católico: Michael Nazir-Ali

Photo: Wilberforce Academy. Wilberforce Academy, Exeter College, Oxford. Commissioned by Clare Osborne at the Wilberforce Academy. 24.3.11 Original job number: 2698.

Francisco Vêneto - publicado em 15/10/21

Desde 1992, já são 12 bispos anglicanos recebidos na plena comunhão com a Igreja Católica; o caso mais recente havia sido no mês passado

Mais um bispo anglicano se torna católico: a revista britânica The Spectator noticiou nesta quinta, 14 de outubro, que o reverendo Michael Nazir-Ali, bispo anglicano de Rochester, passou a integrar o Ordinariato Pessoal de Nossa Senhora de Walsingham, entrando em plena comunhão com a Igreja Católica Apostólica Romana. Ele será ordenado sacerdote católico ainda no final deste mês.

Nazir-Ali já chegou a ser cotado para o posto principal da confissão protestante inglesa, que é o de arcebispo de Canterbury.

O Papa Bento XVI criou em 2011 o Ordinariato Pessoal de Nossa Senhora de Walsingham para acolher ex-clérigos da Igreja da Inglaterra dispostos a entrar em plena comunhão com a Igreja Católica, embora preservando aspectos compatíveis da sua tradição religiosa. O ordinariato confirmou que Nazir-Ali foi recebido na comunhão católica pelo bispo dom Keith Newton no dia 29 de setembro, festa litúrgica dos Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael.

Nazir-Ali nasceu no Paquistão em 1949 e foi criado entre influências familiares tanto cristãs quanto muçulmanas. Foi ordenado clérigo anglicano em 1976, em seu país natal, vindo a ser sagrado como o primeiro bispo anglicano de Raiwind. Anos depois de se transferir para o Reino Unido, foi nomeado bispo anglicano de Rochester em 1994. Casado e com filhos, conforme é permitido pela tradição anglicana, ele também atuou como membro do Parlamento britânico a partir de 1999. Aos 72 anos, ele hoje preside o Centro de Formação, Pesquisa, Defesa e Diálogo de Oxford.

Mais um bispo anglicano se torna católico

Em 3 de setembro, quem confirmou sua plena adesão à fé católica foi o reverendo Jonathan Goodall, que até então era bispo anglicano de Ebbsfleet, na Inglaterra. Na ocaisão, ele anunciou ter tomado a decisão “após um longo período de oração, que foi um dos períodos mais difíceis da minha vida”.

Jonathan Goodall foi o segundo bispo anglicano de Ebbsfleet a aderir plenamente à Igreja Católica. Em 2010, Andrew Burnham havia renunciado àquele bispado anglicano e hoje é pároco católico. Na mesma época, também renunciaram ao episcopado anglicano para se converterem oficialmente ao catolicismo os reverendos Keith Newton, ex-bispo de Richborough, e John Broadhurst, de Fulham.

Antes ainda, o reverendo Graham Leonard, que havia sido bispo de Londres de 1981 até 1991, decidiu aderir plenamente à Igreja Católica em 1993.

Outro caso recente de bispo anglicano convertido ao catolicismo que repercutiu nos meios de comunicação foi o do reverendo Gavin Ashenden, em 2019, porque ele era capelão honorário da rainha da Inglaterra.

Segundo o padre católico James Bradley, do Ordinariato Pessoal de Nossa Senhora de Walsingham, 12 bispos anglicanos foram recebidos na Igreja Católica desde 1992: “Graham Leonard (Londres); Conrad Meyer; John Klyberg (Fulham); Richard Rutt (Leicester); John Broadhurst (Fulham); Edwin Barnes (Richborough); Keith Newton (Richborough); Andrew Burnham (Ebbsfleet); David Silk; Paul Richardson; John Goddard (Burnley); e Jonathan Goodall (Ebbsfleet)”.

Um dos mais célebres casos de clérigo anglicano convertido ao catolicismo é do cardeal Newman, canonizado pelo Papa Francisco em 2019 como São John Henry Newman. Conheça a sua história acessando o artigo recomendado logo abaixo desta matéria.

Tags:
BisposConversãoIgrejaTestemunho
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia