Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 02 Dezembro |
São Cromácio de Aquileia
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente

VENEZUELA

@gotasevzla

Ramón Antonio Pérez - publicado em 18/10/21 - atualizado em 18/10/21

O olhar terno de uma jovem mãe com paralisia, em relação ao filho recém-nascido, comove as redes sociais

O bebê Miguel de Jesús veio ao mundo no dia 12 de outubro de 2021, em Guanare, Venezuela. Ele será submetido a um teste de DNA para saber quem foi a pessoa que abusou de sua mãe, María Alejandra Yánez, 21 anos. A jovem mãe é deficiente; vive em uma cadeira de rodas e é incapaz de falar. Apesar de tudo, o sorriso na frente da criança revela seus sentimentos e coração de mãe.

De acordo com relatos da organização não governamental Gotas de Esperanza Venezuela, a família de María Alejandra é formada por camponeses da região de Guanare. Devido à dificuldade econômica, eles foram para Caracas em busca de trabalho e deixaram a garota sob os cuidados de conhecidos. “Eu estou arrasado, não sei o que fazer”, diz o pai em um vídeo de ONG, ao falar sobre o estupro de María Alejandra.

A gravidez foi adiante, e eles nunca propuseram o aborto. Nesse tempo, a ONG lhes deu o apoio necessário para a chegada do bebê.

“Olá, mundo. Bem-vindo ao mundo, Miguel de Jesús. Vamos te dar muito amor”, escreveram eles em 12 de outubro.

View this post on Instagram

A post shared by 𝐆𝐨𝐭𝐚𝐬 𝐃𝐞 𝐄𝐬𝐩𝐞𝐫𝐚𝐧𝐳𝐚 𝐕𝐞𝐧𝐞𝐳𝐮𝐞𝐥𝐚 (@gotasevzla)

A imagem comoveu todos que acompanharam o caso. A mãe, apesar da paralisia, lança um olhar carinhoso sobre o filho recém-nascido.

Em 11 de outubro, a ONG publicou: “María Alejandra foi abusada e engravidou”. “Hoje precisamos do apoio para trazer a criança ao mundo. Sua família tem poucos recursos e estamos aqui para ajudá-la no que for preciso”.

Além disso, divulgaram uma lista de necessidades. “Precisamos comprar material médico, fraldas, fórmulas (a mãe não vai poder amamentar). Também temos que comprar cama e colchão para María Alejandra, que dorme em condições precárias”.

Assim começou a campanha para trazer Miguel de Jesús ao mundo. A iniciativa foi uma resposta de amor ao ato indigno e criminoso que um estranho cometeu contra a jovem que não pode se defender por si mesma.

“Tem um culpado e sabemos que a justiça será feita (…) Agora temos que nos preocupar com mãe e filho e ajudá-los a seguir em frente”, escreveram os membros da ONG Gotas de Esperanza.

“Nós apenas pedimos a você que ajude esta criança a vir saudável ao mundo. Eles moram a duas horas e meia de Guanare, estaremos cuidando do traslado e hospedagem em Guanare no dia da cesárea”, disseram antes de entrar no hospital.

A ONG Gotas de Esperanza foi fundada em 2017 e atua na região de Guanare, na Venezuela, com as crianças e mulheres mais carentes da sociedade.

Tags:
Abusos SexuaisGravidezViolência
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia