Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 27 Junho |
São Benvindo de Gúbbio 
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

6 sinais do divórcio emocional

KŁÓTNIA MAŁŻEŃSKA

fizkes | Shutterstock

Ricardo Sanches - publicado em 20/10/21

Divórcio emocional é um um estado de descontentamento entre os cônjuges que pode ser evitado ou revertido

“Não separe o homem o que Deus uniu” (Mt 19,6). A célebre frase evidencia a indissolubilidade do matrimônio. De fato, perante a Igreja, o casamento é a união de um homem e uma mulher para sempre. E tornar a união duradoura e feliz é uma tarefa árdua, desafiadora e apaixonante.

Sim, porque as brigas, as diferenças e as crises sempre aparecem (inclusive nos melhores casamentos). É aí que surgem os descontentamento, e, mesmo sem pensar no divórcio, muitos casais podem passar por ele de forma sentimental. É o tal do “divórcio emocional”.

O que é o divórcio emocional

Em meio às crises e dificuldades do casamento, os cônjuges começam a se distanciar. O divórcio emocional é, portanto, um estado de afastamento, uma desconexão entre o casal.

De acordo com os especialistas em psicologia, trata-se de uma fase do relacionamento que, normalmente, antecede o divórcio legal. Mas a boa notícia é que esta fase é passageira, reversível e pode ser evitada.

6 sinais do divórcio emocional

Em artigo publicado no site Huffington Post, a terapeuta de casais Becky Whetstone elencou seis sinais que indicam se o relacionamento está passando por um divórcio emocional. São eles:

1Não resolver conflitos

Uma característica dos cônjuges que passam por um divórcio emocional é não querer resolver conflitos. Isso demonstra que ele/ela não está se importando com a vida conjugal e com o compromisso que assumiram.

2Excesso de críticas

As críticas se sobressaem aos elogios entre o casal. Um critica o outro até em relação às coisas mais simples e sem importância. O desgaste é uma consequência disso.

3Desafeto

A falta de interesse nos sentimentos do outro é um sinal de que o casamento está em crise. Isso gera falta de afeição e carinho.

4Falta de intimidade sexual

Casais que se afastam emocionalmente também se distanciam na sexualidade.

5Falta de amizade

Um deixa de ver o outro como amigo e companheiro. Com isso, também acabam as brincadeiras, o bom humor, as risadas e a cumplicidade anteriormente presentes em todos os aspectos da vida a dois.

6Vida de solteiro

Os cônjuges emocionalmente divorciados querem passar a levar uma vida de solteiro, não importando com a companhia do outro.

Como salvar o casamento

No livro “Amigos da Família”, Dom Orlando Brandes também fala sobre o divórcio emocional. Para ele, o principal sinal dessa “separação” é o fato de os cônjuges quererem fazer tudo sozinhos: falar sozinho, passear sozinho, ir à igreja sozinho, dormir sozinho.

Para o autor, que também é arcebispo de Aparecida, existem quatro pilares que evitam o divórcio emocional e salvam o casamento:

– o diálogo constante, que permite o desabafo e o alívio das tensões;

– o perdão, que liberta das mágoas, decepções e vinganças;

– o carinho, que reacende a confiança;

– a oração, que enlaça as almas, os projetos e as intenções do casal.

Para finalizar, Dom Orlando Brandes ressalta:

“Apreciar o outro é atitude de quem ama. O outro precisa sentir e saber que é amado. O pior inferno é a incapacidade de amar e de deixar-se amar. O amor transforma tragédias em triunfos. Não deve, pois, o casamento matar o amor.”

Tags:
CasamentocriseRelacionamento
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia