Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 13 Abril |
Aleteia logo
Sem categoria
separateurCreated with Sketch.

Convite à santidade

woman looking at the sunset

By Nicoleta Ionescu/Shutterstock

Mário Scandiuzzi - publicado em 26/10/21

Deus nos escolheu para sermos santos diante de Seus olhos. Mas como percorrer o caminho da santidade?

Fomos criados à imagem e semelhança de Deus (Gen 1,26). Mas o homem, mesmo vivendo no paraíso, caiu em pecado.

Apesar dessa queda, o Criador não nos abandonou. Tirou seu povo escolhido da escravidão, falou pelos profetas e, para completar seu plano de salvação, enviou seu Filho.

Jesus veio ao mundo e nos apresentou um Pai Misericordioso, que não quer perder nenhum dos seus. Foram vários exemplos através de parábolas. Podemos citar a do Filho Pródigo (Lucas 11, 15-32) e da Ovelha Perdida (Mateus 18, 12-14).

Mostrou-nos ainda que o amor ao próximo é a forma de viver o amor de Deus. E foi por esse amor que Jesus venceu a morte. São Paulo escreveu aos Efésios que Deus “nos escolheu nele antes mesmo da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos” (Efésios 1,4).

Mas como podemos nos tornar santos?

Claro que não existe uma fórmula mágica, mas algumas atitudes nos ajudam.

A primeira delas é ter intimidade com Deus. Como amar alguém que você não conhece? Isso significa que quanto mais conhecermos a Palavra de Deus, mais próximos estaremos dele (não basta apenas ler a Bíblia, como veremos mais adiante). O próprio Jesus, durante a sua vida pública, se retirava para orar ao Pai (Lucas 6,12). Isso para se fortalecer contra as tentações e cumprir sua missão.

Outra atitude é sempre se preocupar com o próximo, principalmente aqueles que sofrem. A parábola do Bom Samaritano (Lucas 10, 25-37) é um bom exemplo. O próprio doutor da lei que perguntou a Jesus quem seria seu próximo reconheceu: “Aquele que usou de misericórdia para ele”. Devemos lembrar que Cristo está presente naquela pessoa que precisa de ajuda.

E para completar, temos que testemunhar o Evangelho. Não apenas com palavras, mas principalmente com nossas atitudes. Um ditado diz que “as palavras convencem, mas o exemplo arrasta”. Ou seja, a nossa vida tem que ser vivida de acordo com aquilo em que acreditamos, que pregamos. De que adianta dizer que ama a Deus se não consegue amar o próximo? Mais do que palavras, o Evangelho se traduz em ações de amor e de misericórdia.

Tags:
santidade
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia