Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 23 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Podemos levar a hóstia para casa?

levar a hóstia para casa

LBeddoe | Shutterstock

Reportagem local - publicado em 26/10/21

Leitora relata que foi a uma igreja "diferente", na qual o suposto padre deu hóstias até para que as crianças as levassem embora

O pe. Cido Pereira, que mantém uma coluna de perguntas e respostas no jornal O São Paulo, da arquidiocese paulistana, esclareceu a seguinte indagação de uma leitora:

“Eu fui uma vez à Igreja Carismática Brasileira e na hora da comunhão o padre entregou a hóstia a todo mundo, inclusive para levar para casa, até criança pegou. É certo isso?”

Eis o que o pe. Cido respondeu:

“Vilma, coloque na sua cabeça e no seu coração que esta igreja não é Católica Apostólica Romana. É mais uma dessas igrejas que usam nomes parecidos com os que nós, católicos romanos, usamos, exatamente para enganar o povo humilde. Pior ainda: ‘bispos’ e ‘padres’ desta igreja copiam nossos ritos e preces, e o povo de Deus fica mais confuso ainda.

Não obedecer às orientações do Papa e dos bispos dá nisso. Um grupo de fanáticos acabou se separando da comunhão católica e fundou uma nova igreja. Isso é muito triste!”

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) publicou orientações muito claras para a Renovação Carismática. A imensa maioria obedeceu e a Renovação Carismática Católica (RCC) se tornou uma bênção. Os que desobedecem viraram seita. Qualquer movimento, associação ou pastoral que reza, celebra e age por conta própria peca contra a unidade da Igreja e se afasta dela”.

Mas o fiel pode levar a hóstia para casa ou não?

É claro que não: o fiel deve receber a Sagrada Eucaristia das mãos do sacerdote ou do ministro extraordinário da Comunhão e, devotamente, consumi-la de imediato, consciente de estar comungando do Corpo de Cristo.

Outra coisa é que a própria Eucaristia seja levada até um fiel que, por motivos excepcionais, esteja impedido de se dirigir a uma igreja: é o caso de uma grave enfermidade, por exemplo, ou mesmo dos momentos finais da passagem por este mundo. Em tais circunstâncias estamos falando do Santo Viático, um privilégio que em nada se equipara ao gesto de um fiel que, por conta própria, leva a Hóstia consagrada para casa indevidamente.

O pe. Cido finaliza:

“Julgue você mesma como esta tal Igreja Carismática Brasileira age em relação ao Santíssimo Sacramento. Eu espero de coração que o nosso povo não se deixe enganar. Uma coisa é parecer com a nossa amada Igreja Católica. Outra coisa é ser a mesma Igreja. Deus abençoe você. E tente esclarecer seus conhecidos que frequentam essa tal igreja carismática”.

Tags:
ComunhãoEucaristiaigrejasLiturgia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia