Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Para proteger o meio ambiente é preciso consciência e competência

VATICAN-RELIGION-POPE-ENVIRONMENT-CLIMATE

HANDOUT / VATICAN MEDIA / AFP

Vatican News - publicado em 29/10/21

Reitor da Universidade Lateranense destaca a importância da voz do Papa sobre as questões que serão discutidas na Cúpula sobre o Clima

O reitor da Universidade Lateranense, Vincenzo Buonomo, faz uma análise do que sua universidade colocou em prática, a pedido do Papa, a fim de transformar um interesse – o cuidado com a Criação – em “uma educação científica e técnica adequada – afirma – capaz de preparar sacerdotes, consagrados e leigos para serem ‘profissionais’ a serviço da casa comum”. Ele está convencido de que a COP26 será inspirada no espírito da Laudato si’, porque foi este documento, argumenta, que deu o impulso para o Acordo de Paris. No início do mês, o próprio Francisco inaugurou um curso acadêmico neste campo na Lateranense.

A Cúpula sobre o clima COP26 de Glasgow na Escócia para iniciar. O que pode e deve ser esperado deste encontro e como os institutos de estudo como a Universidade que o senhor preside podem contribuir para os debates e decisões a serem tomadas?

A COP26 trará à mesa de negociações posições diferentes, frequentemente opostas e bem conhecidas sobre as mudanças climáticas. Mas não podemos esquecer que foi também graças ao impulso ideal dado pela Laudato si’ na sua fase preparatória que o Acordo de Paris de 2015 foi alcançado. E ainda hoje, muitas das partes que estarão presentes em Glasgow encontram na Laudato si’ inspiração e referência. Mas são necessárias decisões certas e possíveis de serem atuadas. Como o Santo Padre destacou em seu discurso durante o Ato Acadêmico, a Universidade é um lugar privilegiado de formação e preparação, onde as várias formas de conhecimento se encontram, onde estudantes e professores se reúnem para refletir e elaborar criativamente novos caminhos para o futuro.

A Universidade também é responsável por formar uma consciência ecológica e desenvolver pesquisas para proteger a casa comum. Daí a responsabilidade que assumimos, como “Universidade do Papa”, com a nova proposta curricular, a saber, propor um método de formação capaz de transformar o interesse pelo meio ambiente em uma formação científica e técnica adequada, capaz de preparar sacerdotes, consagrados e leigos para serem “profissionais” a serviço da casa comum, inspirados no ensino do magistério eclesial.

Qual é a mensagem da Laudato sì’ que está mais próxima de seu coração?

A proteção da criação requer uma consciência formada, capaz não só de observar e avaliar a realidade que nos cerca, mas também capaz de “encorajar as boas práticas, estimular a criatividade que busca novos caminhos, facilitar as iniciativas pessoais e coletivas”, utilizando os instrumentos próprios das ciências naturais e sociais – como indica a Laudato si’ (n. 177). Não se trata apenas de refletir e chamar a atenção para a crise – global e específica ao mesmo tempo – que afeta a relação entre a degradação da casa comum e a existência humana no planeta, mas é necessário se preparar para saber como dispor, usar e governar os instrumentos que provêm de uma sólida educação e, portanto, da pesquisa científica.

(Vatican News)

Tags:
Meio ambientePolíticaSaúde
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia