Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 24 Janeiro |
São Feliciano de Foligno
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Diocese aplaude prisão de padre por posse de pornografia infantil

Fred de Noyelle / Godong

Francisco Vêneto - publicado em 02/11/21

Bispo enfatizou que pornografia infantil "é crime sério e pecado grave” e declarou que as acusações contra Jackson "são muito perturbadoras"

A diocese norte-americana de Providence, no Estado de Rhode Island, aplaudiu a investigação policial que levou à prisão de um padre acusado de posse de pornografia infantil. O pe. James Jackson, da Fraternidade Sacerdotal São Pedro (FSSP), era pároco da igreja de Santa Maria, na própria cidade de Providence, desde agosto.

O sacerdote de 66 anos foi preso neste sábado. As acusações são de posse e envio de pornografia infantil e material erótico infantil. Se condenado, ele poderá ser sentenciado a 21 anos de cadeia.

Durante a operação ICAC (Crimes de Internet Contra Crianças, pela sigla em inglês), a polícia estadual de Rhode Island descobriu que a conexão de internet da casa paroquial estava sendo usada para intercambiar imagens de abuso sexual contra crianças.

A diocese de Providence informou que bispo dom Thomas Tobin proibiu James Jackson de exercer o ministério sacerdotal. O comunicado acrescenta que “a diocese de Providence aplaude o esforço da Polícia Estadual de Rhode Island e das outras forças da lei envolvidas nesta prisão”, complementando estar inteiramente à disposição da polícia e da secretaria de segurança para trabalhar conjuntamente pela segurança dos menores.

O bispo enfatizou que a pornografia infantil “é um crime sério e um pecado grave” e declarou que as acusações contra Jackson “são muito perturbadoras para todos e devem ser levadas muito a sério”.

Por sua vez, a Fraternidade Sacerdotal São Pedro emitiu nota afirmando estar “chocada e entristecida pelas sérias acusações” contra Jackson:

“Não tínhamos motivo para supor que o padre estivesse envolvido em qualquer comportamento inapropriado, quanto mais em conduta criminosa. Como todos os acusados de algum crime, ele tem o direito natural tanto na legislação penal quanto na canônica à presunção de inocência. Vamos cooperar completamente com as autoridades na investigação deste caso”.

Prisão de padres por crimes sexuais

Saiba mais sobre o penoso escândalo dos clérigos abusadores sexuais:

Tags:
Abusos SexuaisPadrespedofilia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia