Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 24 Janeiro |
São Feliciano de Foligno
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Mais de 120 religiosos católicos morreram de covid em 2021 no maior país islâmico do mundo

Catholic cathedral of Makassar

El Darmawan | ANADOLU AGENCY | AFP

Francisco Vêneto - publicado em 09/11/21

A Igreja "paga um preço muito alto pelo seu compromisso na linha de frente", comenta um missionário

Mais de 120 religiosos católicos morreram de covid, somente em 2021, no maior país islâmico do mundo. A notícia é da agência Fides.

Os religiosos, tanto homens quanto mulheres, se contaminaram enquanto realizavam suas missões pastorais, espirituais e humanitárias, na maior parte dos casos junto a enfermos.

O pe. Joseph Kristanto Suratman, da Comissão para os Seminários da Conferência Episcopal da Indonésia, declarou à Fides que a Igreja Católica naquele país “paga um preço muito alto pelo seu compromisso na linha de frente ao levar atenção e esperança”.

O “preço” tem a ver com a escassez de missionários católicos numa população majoritariamente muçulmana, o que faz com que a perda de mais de uma centena de vidas de padres, religiosos e freiras naquelas terras seja percebida como proporcionalmente maior ainda.

E as baixas podem aumentar, observa o portal católico indonésio Sesawi.net, porque, se mais de 120 religiosos morreram de covid até agora no país, os outros missionários continuam cumprindo a sua vocação e literalmente arriscando a vida pela missão.

Segundo a irmã Gabriella, das agostinianas de Pontianak, “a natureza da missão pode exigir viagens a várias comunidades ou comprometimento com hospitais, escolas, centros sociais”, o que deixa os missionários mais expostos ao coronavírus. “Mas eles não pararam por causa disso: continuaram do lado dos fiéis necessitados, dando a própria vida”.

A mesma religiosa lamenta o número imenso de vidas perdidas durante a pandemia e compartilha a sua esperança misturada com preocupação: “Esperamos e oramos para que esta pandemia termine o mais rápido possível, para recomeçarmos a nossa vida normal. Estamos nas mãos de Deus, mas a nossa missão continua apesar das dificuldades”.

Tags:
CovidfreirasMuçulmanosPadresPandemia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia