Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 20 Janeiro |
São Sebastião
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Os detalhes do encontro do Papa com 500 pessoas pobres em Assis

HOMELESS

Giuseppe Ciccia | NurPhoto

I. Media - publicado em 09/11/21

Evento marca o início das celebrações do Dia Mundial dos Pobres, uma ocasião para conscientizar a sociedade sobre o terrível drama da pobreza

O Papa Francisco viajará para Assis (Itália) em 12 de novembro de 2021, às vésperas do quinto Dia Mundial dos Pobres, que acontecerá em 14 de novembro. Lá, o Papa deve encontrar cerca de 500 pessoas pobres de toda a Europa.

No dia 12 de novembro, pela quinta vez desde sua eleição em 2013, o Papa Francisco vai a Assis, aonde chegará às 9h. Ele será recebido no pátio da Basílica Santa Maria dos Anjos, onde se encontrará com 500 pessoas pobres. Ali, receberá simbolicamente “o manto e o cajado de peregrino”, segundo informa um comunicado do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização.

Depois, o Papa Francisco e os pobres se dirigirão à basílica, como forma de simbolizar que «todos vieram como peregrinos aos lugares de São Francisco para ouvir a sua palavra», explica o Pontifício Conselho, que é presidido por D. Rino Fisichella.

Visita à Porciúncula

O Papa irá então até a Porciúncula, esta pequena igreja – agora abrigada pela basílica – que São Francisco restaurou. Ele abençoará uma pedra da Porciúncula e a entregará aos representantes do asilo para sem-teto “Rose di San Francesco”, fundado em 2007 em Trsat, Croácia, pela fraternidade local da Ordem Franciscana Secular.

Seis pessoas em estado de pobreza darão seu testemunho na basílica – dois franceses, um polonês, um espanhol e dois italianos. O Papa vai interagir com eles.

Momento de oração

Após um intervalo às 10h30, será organizado um momento de oração. Em seguida, o pontífice distribuirá uma recordação aos presentes, antes de se despedir deles. O Santo Padre retornará ao Vaticano de helicóptero. Já os 500 participantes do evento serão recebidos em um almoço oferecido pela comunidade católica de Assis e seu bispo, Dom Domenico Sorrentino.

À tarde, serão oferecidas visitas à Basílica de São Francisco ou ao Convento de São Damião. À noite, uma “vigília de misericórdia” e também uma procissão de tochas constam no programa.

Os participantes

Os participantes do evento com o Papa e a Igreja local de Assis, todos pessoas em situação de pobreza e vulnerabilidade, ​​terão recebido previamente uma mochila com roupas da fabricante italiana Tombolini e máscaras anti-Covid de tecido lavável.

Essas 500 pessoas pobres virão de vários lugares da Europa. Alguns chegarão com as dioceses de Umbria sob a liderança da Caritas, ou com a associação francesa “Fratello” ou mesmo de Roma, onde várias estruturas são mobilizadas para o evento, como a capelania apostólica do Papa, a Caritas da diocese de Roma e a comunidade de Sant’Egídio.

Um dia de conscientização sobre o drama da pobreza

A manhã do Papa Francisco em Assis é o lançamento da quinta edição do Dia Mundial dos Pobres. Os participantes deste encontro regressarão às suas casas no sábado, 13 de novembro, como “representantes enviados” pelo Papa, para viver este Dia Mundial na sua paróquia local, domingo, 14 de novembro.

Nesta quinta edição do evento, criado no final do Jubileu da Misericórdia, cerca de cinquenta lugares em todo o mundo vão acolher iniciativas locais em homenagem aos mais vulneráveis. Um momento mundial de oração online está programado para o domingo, 14 de novembro, às 15h00, horário de Roma.

Tags:
Papa FranciscoPobrezaSantos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia