Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 02 Dezembro |
São Cromácio de Aquileia
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Como e por que expressar gratidão aos nossos entes queridos mortos

PRAYING

Gabriel Ortiz Galindo | Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 24/11/21

Nossos entes queridos que já partiram para a Casa do Pai ainda podem nos ouvir e receber nossa gratidão

Às vezes, quando as pessoas mais próximas de nós morrem, ficamos tristes pelo fato de não podermos mais agradecê-los pela bênção que foram em nossas vidas. Podemos ter a sensação de que deveríamos tê-las agradecido uma última vez, mas não fomos capazes de fazê-lo por qualquer motivo.

No entanto, como católicos, acreditamos que ainda podemos expressar nossa gratidão aos nossos entes queridos mortos por meio de nossas orações.

Na encíclica Spe salvi, o Papa Bento XVI explicou como nosso amor pode ir além do túmulo:

“Às almas dos defuntos, porém, pode ser dado « alívio e refrigério » mediante a Eucaristia, a oração e a esmola. O facto de que o amor possa chegar até ao além, que seja possível um mútuo dar e receber, permanecendo ligados uns aos outros por vínculos de afecto para além das fronteiras da morte, constituiu uma convicção fundamental do cristianismo através de todos os séculos e ainda hoje permanece uma experiência reconfortante. Quem não sentiria a necessidade de fazer chegar aos seus entes queridos, que já partiram para o além, um sinal de bondade, de gratidão ou mesmo de pedido de perdão?”

Gratidão e purificação

Nosso amor alcança nossos queridos familiares e amigos falecidos, principalmente por meio de nossas orações por eles. Diz Bento XVI:

“A minha intercessão pelo outro não é de forma alguma uma coisa que lhe é estranha, uma coisa exterior, nem mesmo após a morte. Na trama do ser, o meu agradecimento a ele, a minha oração por ele pode significar uma pequena etapa da sua purificação. E, para isso, não é preciso converter o tempo terreno no tempo de Deus: na comunhão das almas fica superado o simples tempo terreno. Nunca é tarde demais para tocar o coração do outro, nem é jamais inútil. Assim se esclarece melhor um elemento importante do conceito cristão de esperança. A nossa esperança é sempre essencialmente também esperança para os outros; só assim é verdadeiramente esperança também para mim.”

Além do túmulo

Enfim, é consolador saber que ainda podemos tocar, de forma espiritual, nossos amados mortos. Eles ainda podem nos ouvir e receber nossa gratidão. Essa realidade deve nos dar esperança, sabendo que nem mesmo a sepultura pode nos separar de nossos entes queridos.

De fato, podemos sentir falta daqueles que morreram, mas por meio de nossas orações, ainda podemos estar conectados a eles e ajudá-los em seu caminho para o céu.

Tags:
CéuFamíliaMorteOração
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia