Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 22 Fevereiro |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Rhoda Wise: ela se converteu ao catolicismo depois de rezar o Terço

WEB3-RHODA-WISE-AMERICAN-CATHOLIC-STIGMATIST-rhodawisecom.jpg

Sandra Ferrer - publicado em 24/11/21

Ela experimentou os estigmas de Cristo e ajudou a curar as feridas daqueles que se aproximaram dela

A história de Rhoda Wise é feita de rejeição e redenção. Por muito tempo ela rejeitou os católicos e se recusou a responder aos sinais que Deus colocou diante dela. Até que um dia, estando gravemente doente, ela rezou o Terço com uma freira. Rhoda não apenas se converteu ao catolicismo, mas passou o resto de sua vida tendo visões de Jesus e Santa Teresa de Lisieux, sofrendo os estigmas de Cristo e curando doenças.

Rhoda Wise nasceu em 22 de fevereiro de 1888 no estado americano de Ohio em uma extensa família protestante. Desde muito jovem, Rhoda tinha uma saúde frágil. Aos 16 anos, ela teve que ser hospitalizada por apendicite e já então recebeu um primeiro sinal, quando uma freira quis lhe dar uma medalha de São Bento. Rhoda aceitou o objeto para não ofender a freira, mas não deu importância.

Quando Rhoda Wise se casou, seu casamento durou apenas seis meses, já que seu marido morreu de hemorragia cerebral. Ela tinha vinte e oito anos e decidiu se casar novamente, mas seu segundo marido acabou sendo um alcoólatra que levou a família à ruína e à necessidade de ter que se mudar sete vezes.

A maternidade foi igualmente dolorosa para Rhoda, porque sua única filha morreu prematuramente de gripe espanhola. Sua outra filha, adotiva, Anna Mae, foi um consolo para ela a vida toda.

Aos infortúnios de sua vida, somou-se uma complicação terrível após uma operação de câncer de estômago que lhe causou uma infecção dolorosa. Pouco depois, uma queda causou uma lesão que deixou sequelas em sua perna direita.

Visões de Jesus e Santa Teresa de Lisieux

Em todas essas idas e vindas hospitalares, Rhoda Wise se encontrou com algumas freiras que esperavam poder confortá-la. Novamente, ela as ouviu para educação. Mas um dia, ao ver o crucifixo usado por uma das religiosas, ela sentiu a necessidade de rezar o Terço. Desde então, sua ligação com o catolicismo tornou-se inabalável. Ele se converteu no início de 1939.

Rhoda Wise logo começou a ter visões de Jesus e Santa Teresa de Lisieux. Uma experiência mística que a tornaria um instrumento para curar os outros e aproximá-los de Deus. Foi o que Jesus lhe disse, nas palavras de Rhoda, em uma de suas aparições: “Curas mais maravilhosas do que a sua acontecerão neste lugar”.

Em pouco tempo, a terrível cicatriz do estômago desapareceu, bem como a dor da infecção que parecia não ceder. Da mesma forma, ela voltou a andar novamente como se nada tivesse acontecido com sua perna. Com o fim de seus males físicos, Rhoda Wise começou a experimentar os estigmas da coroa de espinhos de Cristo Crucificado e as feridas em suas mãos e pés, por anos. Alguns por curiosidade, outros por fé, o fato é que muitos vieram à sua casa. E muitos alcançaram graças.

Cura da Madre Angélica

Entre as pessoas que ele curou, havia uma jovem chamada Rita Rizzo. Rita tinha 19 anos e foi a Rhoda para curar uma doença aguda que sofria no estômago. Depois de rezar uma novena a Santa Teresa, como Rhoda lhe pediu, Rita foi curada. Desde então, a jovem seguiria o caminho da fé. Rita Rizzo se tornaria uma das religiosas mais famosas e influentes da televisão dos Estados Unidos: Madre Angélica.

Durante anos, a casa de Rhoda se tornou um verdadeiro centro de peregrinação. Após sua morte, em 7 de junho de 1948, uma multidão compareceu ao seu funeral. Desde então, sua casa na cidade de Canton permanece como era. Ali pode-se ver objetos como a conhecida “cadeira de Jesus”, na qual Rhoda viu Cristo sentado durante suas aparições.

Declarada “serva de Deus”, ela está em processo de beatificação.

Tags:
ConversãoHistóriaTerço
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia