Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 18 Agosto |
Santo Eônio
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Goleiro da Seleção Brasileira perdoa ator que o comparou com assassino por rezar em campo

Weverton, goleiro da seleção brasileira

Fernando Frazão/Agência Brasil, CC BY 3.0 BR, via Wikimedia Commons

Weverton comemora com Neymar a conquista do ouro olímpico no futebol

Reportagem local - publicado em 01/12/21 - atualizado em 01/12/21

Ator da Rede Globo voltou atrás após ser criticado por intolerância religiosa

Após a conquista da Taça Libertadores da América 2021 pelo Palmeiras, o atleta Weverton Pereira da Silva, que, além de atuar na equipe campeã, também é goleiro da Seleção Brasileira de futebol, comemorou agradecendo a Deus e testemunhando a sua fé cristã durante uma entrevista ao vivo:

“Hoje, diante de tanta adversidade, Deus nos agraciou para que não fique dúvida de quanto Ele é bom e nos colocou na história de um gigante. Não é fácil vencer duas Libertadores, estamos felizes por tudo”.

Nem todo o mundo, porém, gostou das referências feitas a Deus pelo goleiro da Seleção e do Palmeiras.

Após o discurso de Weverton, o ator Paulo Betti, da Rede Globo, fez uma comparação extremamente infeliz entre o atleta e o ex-goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza, condenado em 2013 a 22 anos e 3 meses de prisão pelo assassinato da modelo Eliza Samudio, perpetrado em 2010, quando o jogador atuava pelo Flamengo.

Paulo Betti escreveu em seu perfil no Twitter:

“O discurso do goleiro do Palmeiras depois do jogo, aquela falação sobre Deus quando devia estar comemorando, aquela cena dele rezando antes de começar o jogo, me fez lembrar do goleiro Bruno, que rezava no Maraca e depois ia matar a moça e jogar para os cães. Explica muito o Brasil”.

Com a repercussão negativa do espetáculo de intolerância religiosa e de generalização sem nexo, a ofensiva postagem do ator foi excluída.

Goleiro da seleção perdoa ator

Na manhã de segunda-feira, o goleiro declarou durante entrevista:

“Eu nunca sofri esse tipo de intolerância. Eu jamais posso aceitar e jamais vou me calar. Acho que deve existir respeito. Eu tenho a minha crença, eu acredito em Deus e acredito na bondade de Deus. Quem me conhece e acompanha sabe que eu falo de Deus não só nas vitorias. Toda vez que o time ganha, perde ou empata, eu sempre me ajoelho e agradeço a Deus. Lógico que, nas vitórias, as pessoas te dão mais voz, deixam você falar muito mais do que nas derrotas”.

Weverton acrescentou que não quer alimentar mágoas e que perdoa o ator:

“O Paulo sabe que foi infeliz na declaração dele, principalmente por tentar me comparar com outras pessoas. Isso não se faz. Mas faz parte, não tenho rancor e o perdoo. Eu não posso falar que ele não sabe o que diz. Está totalmente equivocado”.

Paulo Betti é militante de esquerda e já se envolveu em outras polêmicas por declarações sobre pessoas das quais discorda ideologicamente. Em um dos episódios de maior repercussão, ele havia afirmado sobre o autor da facada sofrida pelo então candidato à presidência da República Jair Bolsonaro, de quem é crítico ferrenho:

“No meio da multidão, isso não estava previsto. Ninguém tinha previsto que ia aparecer um maluco a golpear a camisa amarela onde estava escrito ‘Brasil acima de tudo’ ali e cravar uma faca ainda de maneira mais ou menos correta, mas não total. Desgraçado!”.

Depois de ser criticado pelo gesto de intolerância religiosa contra Weverton, Paulo Betti pediu desculpas “a todos que se ofenderam”, alegando que “não queria ofender ninguém”. Ele completou: “Respeito muito a sua fé”.

Tags:
IdeologiaintoleranciaPerdãoReligião
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia