Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 09 Agosto |
Santa Teresa Bendita da Cruz (Edith Stein)
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Comissária europeia que queria proibir “Feliz Natal” retruca ao Papa

Comissão Europeia

ANADOLU AGENCY VIA AFP

Francisco Vêneto - publicado em 09/12/21

Francisco se pronunciou sobre as controversas diretrizes europeias de suposta "linguagem inclusiva" - que não passam de censura deslavada

Feliz Natal! Estes votos, por mais que sejam óbvios para quem pretenda felicitar as pessoas que celebram o Natal, sofreram uma patética tentativa de censura disfarçada de “política inclusiva” – uma contradição aberrante que gerou polêmica internacional em dias recentes.

Durante o voo de volta à Itália após a viagem apostólica ao Chipre e à Grécia, o Papa Francisco foi questionado por jornalistas sobre as controversas diretrizes da União Europeia no tocante à assim chamada “linguagem inclusiva”, que, na prática, não conseguiram disfarçar os seus matizes de censura.

Foi este o caso de um manual interno da Comissão Europeia para a Igualdade, com normas alegadamente traçadas para promover a “comunicação inclusiva”, mas que, entre outras pérolas, instruía os funcionários desse órgão da União Europeia a evitarem a expressão “Feliz Natal”, substituindo-a por generalidades como “Boas Festas”.

O Papa Francisco resumiu o manual como “anacronismo” e o comparou com as imposições ideológicas dos regimes totalitários:

“Na história, muitas, muitas ditaduras tentaram fazer esse tipo de coisa. Pense em Napoleão… Pense na ditadura nazista, na ditadura comunista… Isso é algo que ao longo da história não funcionou”.

Francisco ainda alertou:

“É uma moda do secularismo diluído. Acho que deveriam tomar os ideais dos pais fundadores [da União Europeia, ndr], que eram ideais de unidade, de grandeza. E ter cuidado para não abrir caminho a colonizações ideológicas. Isso pode levar à divisão de países e ao colapso da União Europeia”.

Após estrago, “Feliz Natal” é “descancelado”

Dadas as polêmicas que, obviamente, esse triste manual provocou no mundo inteiro, a responsável pela sua elaboração, Helena Dalli, já havia declarado em 30 de novembro que o documento seria suspenso para receber ajustes.

Depois das palavras do Papa Francisco, Helena Dalli retrucou na defensiva:

“Quero assegurar que nem eu nem a minha equipe queremos cancelar o Natal. Tenho certeza de que o Papa entende que a inclusão é a essência necessária para que ninguém fique de fora da nossa sociedade, e é isso que eu quero”.

Helena Dalli desfruta, felizmente, da liberdade democrática de alegar o que bem quiser, mas ela faria melhor uso da liberdade se a empregasse para dizer a verdade.

Ocorre que os fatos concretos a desmentem. Se o objetivo do seu manual era mesmo “não deixar ninguém de fora”, então por que instruía os funcionários públicos da Comissão Europeia a deixarem os cristãos de fora quando se referissem ao Natal, ignorando absurdamente a própria essência do Natal como festa eminentemente cristã? Ou o mesmo manual que censurava o “Feliz Natal” também doutrinava os funcionários da Comissão Europeia a dizerem um genérico “Boa Temporada de Jejum” por ocasião do Ramadã?

Trata-se, basicamente, de mais uma desavergonhada mostra daquilo que o Papa Francisco já descreveu, com agudeza, como “perseguição religiosa educada“.

Tags:
IdeologiaNatalPapa FranciscoPerseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia