Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 24 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Brasil: bispos exigem comprovante de vacina para participar das Missas

COVID-19-digital-green-pass-of-the-european-union-shutterstock

By Fabio Principe | Shutterstock

Ricardo Sanches - publicado em 17/12/21

Os bispos baseiam suas decisões em um decreto publicado pelo governo do Estado do Pará

Alguns bispos do estado do Pará passaram a exigir o comprovante da vacina contra a Covid-19 para quem deseja assistir às Missas.

É o caso, por exemplo, do arcebispo de Santarém, dom Irineu Roman. Segundo decreto da arquidiocese, que passou a valer no dia 13 de dezembro de 2021, a apresentação do comprovante de vacina é obrigatória “para a participação presencial nas celebrações litúrgicas, independentemente da quantidade de pessoas”.

Ainda de acordo com a medida, quem não estiver vacinado só pode participar das celebrações “mediante a comprovação, por atestado médico, da impossibilidade de administração de quaisquer das vacinas dispensadas pelo Sistema Único de Saúde”.

No início do mês, outro bispo do estado já havia decretado a obrigatoriedade do comprovante de vacinação para participar das celebrações. Trata-se de dom Bernardo Johannes Bahlmann, bispo de Óbidos, também no Pará.

Decreto estadual

Os bispos baseiam suas decisões em um decreto publicado pelo governo do Estado do Pará. O documento contém uma série de exigências, visando ampliar a cobertura vacinal entre a população.

Segundo o governo, o comprovante de vacina passa a ser obrigatório em: shows, casas noturnas e boates; cinemas, teatros, clubes, bares e afins; academia de ginástica; cultos religiosos; todos os equipamentos turísticos do Estado; eventos esportivos, amadores e profissionais; assim como em reuniões, eventos e festas, realizadas em espaços públicos ou privados. A presença de pessoas não vacinadas só será possível desde que seja comprovado, por atestado médico, a impossibilidade de administração de quaisquer das vacinas dispensadas.

Um decreto da prefeitura de Santarém também contém medidas semelhantes ao decreto estadual e prevê a obrigatoriedade de apresentação do comprovante de vacina nos estabelecimentos que realizam “cultos, missas e celebrações de qualquer credo ou religião”.

A Arquidiocese de Belém, capital do Pará, informou que a Igreja não tem poder fiscalizador, mas segue todos as medidas de contenção do coronavírus.

No Vaticano

Desde o dia 1.° de outubro de 2021, é preciso apresentar o green pass, ou seja, o comprovante de vacina contra a Covid-19, para entrar no Vaticano e circular no país. Mas o documento não é exigido para quem for participar de celebrações dentro das igrejas, desde que tomadas todas as medidas de prevenção ao vírus e que a permanência seja restrito ao tempo da celebração.

Com informações de ACI Digital

Tags:
CovidInformações sobre vacina contra COVID-19Pandemia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia