Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 24 Janeiro |
São Feliciano de Foligno
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Pe. Zezinho: “Se o Brasil quer se pacificar, deve começar pelos discursos dos políticos”

Pe. Zezinho Brasil

Wikipedia / Shutterstock

Reportagem local - publicado em 20/12/21

"Mau exemplo ao atacar adversários o ano inteiro mostra que não são pessoas de diálogo nem de paz"

O pe. Zezinho publicou um comentário em sua rede social no qual afirma que o Brasil precisa começar “pelos discursos dos políticos” se quiser pacificar-se, porque o mau exemplo do constante ataque ao adversário em vez do diálogo em torno de um projeto de prosperidade nacional se alastra pela mídia e pelas ruas, multiplicando a agressividade e a polarização.

Eis o que ele escreveu sobre a influência dos bons ou maus discursos dos políticos:

“Se o Brasil quiser mudar e se pacificar, deve começar pelos discursos dos políticos no Congresso, nos palanques e na TV. O mau exemplo deles ao atacar os adversários o ano inteiro e durante as campanhas por eleição e após vencerem ou perderem mostra que não são pessoas de diálogo nem de paz.

O pior é que seu mau exemplo corre pela mídia e é reproduzido nas ruas e nas redes sociais. Políticos gritalhões e agressivos criam seguidores agressivos e internautas irados. Espertos são os políticos bem educados que, mesmo que não vençam, são lembrados como gente boa e capaz de diálogo”.

Discursos dos políticos… e dos religiosos também

Além dos discursos dos políticos, o pe. Zezinho falou dos pronunciamentos de líderes religiosos que, também, podem influenciar positiva ou negativamente a capacidade de diálogo da população.

Ele prosseguiu:

“O mesmo se diga dos pregadores. É possível pensar diferente e discordar sem ser mal educado. Muitos políticos e religiosos brasileiros erraram e erram ao agredir os do outro lado.

O Brasil resolveria muitos dos seus problemas se tivesse mais políticos e religiosos capazes de dialogar. O povo está se cansando dos políticos e pregadores que sobem ao microfone para ofender os outros”.

Tags:
DiálogoIdeologiaPolíticaSociedade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia