Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 24 Janeiro |
São Feliciano de Foligno
Aleteia logo
Cultura e Viagem
separateurCreated with Sketch.

Quando a heroína da Noviça Rebelde deparou com Hitler e o aborto

Maria von Trapp

Public Domain

Mark Haas - publicado em 21/12/21

Maria von Trapp enfrentou muitos desafios quando a família deixou sua Áustria natal. A fé de Maria e o amor de sua grande família encheram seus dias de alegria, apesar das circunstâncias

Como resolver uma problema como Maria? A heroína de A Noviça Rebelde, musical americano de 1965, a baronesa Maria Augusta von Trapp, foi verdadeiramente fascinante. Os eventos do filme são apenas um pequeno capítulo na incrível vida de Maria, de seu marido Georg e seus 10 filhos. À medida que sua vida se desenrolava, Maria ficou cara a cara (literalmente) com Adolf Hitler e o aborto.

O primeiro inimigo foi o próprio Hitler. Os von Trapp estavam vivendo na Áustria por um tempo após a invasão nazista. Os nazistas rapidamente apertaram seu controle sobre a cultura austríaca, substituindo canções folclóricas, costumes e estátuas por imagens de Adolf Hitler e bandeiras suásticas com a imagem do que Maria chamaria de “a aranha negra”.

Sob os nazistas

Na escola pública, as crianças von Trapp receberam novos professores. Em seu livro, The Story of the Trapp Family Singers, Maria escreveu:

As crianças chegaram em casa da escola dizendo que este ou aquele professor não estava mais lá, novos professores, até mesmo um novo diretor tomando seus lugares… [as crianças foram instruídas] a nunca mencionar em casa o que aprenderam na escola… Quanto tempo isso poderia continuar?

Logo depois, Maria e Georg decidiram partir de sua terra natal. No filme, a família von Trapp planeja uma fuga ousada sobre as montanhas do país invadido pelos nazistas. Na realidade, a família fez uma partida menos dramática do país pegando um navio rumo a Nova York. No entanto, antes de fugir de sua terra natal, Maria e Georg encontraram o próprio Führer. Enquanto almoçavam em Munique, os von Trapp descobrem que estão sentados ao lado do próprio Adolf Hitler.

Maria lembra,

‘Olhe! O Führer! Na mesa ao lado!’ E era mesmo. Na mesa ao lado estava o Führer do povo alemão, cercado por seis ou oito homens da S.S., todos eles estavam bebendo cerveja, e Hitler, suco de framboesa, porque uma de suas características era que ele não tocava em álcool, nem comia carne. Nos próximos quarenta minutos, tivemos uma oportunidade de primeira classe de olhar para o ‘Messias do Terceiro Reich’… No entanto, não era possível suportar isso por muito tempo. Sabendo quem ele era, foi muito deprimente.

Da riqueza à pobreza

Não muito tempo depois desse encontro, devido a uma falência bancária, os von Trapp perderam toda sua imensa riqueza. Eles deixaram tudo para trás para fazer uma viagem à América com pouco dinheiro nos bolsos. Lutar pela família foi o que lhes deu forças. Maria refletiu: “Seja qual for o dia, ele é transformado em uma festa apenas por aquele afeto genuíno do qual uma família grande é uma verdadeira potência.”

De fato, fiel ao filme, Maria adotou seus sete enteados. Ela e Georg logo teriam mais três filhos juntos. Eles viajaram como uma família para a América com a adição de um padre-amigo, que celebraria a missa diária e a bênção noturna com toda a família. Com pouco ou nenhum dinheiro, eles foram forçados a mudar drasticamente seu estilo de vida, e Maria paradoxalmente se tornou especialmente cheia de alegria. Em meio às lutas financeiras deles, seu marido comentou uma vez:

‘Qual é o seu problema? Você age como se tivesse ganhado um milhão de dólares.’ ‘Oh, muito mais’, disse ela. ‘Acabei de descobrir que não éramos muito ricos, só tínhamos muito dinheiro.’

Gravidez

Foi durante esse período difícil que Maria engravidou. Ela imediatamente começou a sentir fortes dores nas costas e foi ver um especialista. Maria conta a visita,

‘Sua esposa não pode ter outro filho’, informou ao meu marido; ‘pelo menos, não até que os rins voltem ao normal. Ambos estão gravemente infectados… Obviamente, a criança tem que ser removida imediatamente.’ Isso me deixou indignada. ‘Como assim, obviamente? Não é nada disso. Pelo contrário, está absolutamente fora de questão — somos católicos, você sabe.’ Agora o médico parecia seriamente preocupado. ‘A criança não nascerá viva; isso eu posso te dizer.’

Maria seguiu da única maneira que sabia: com oração fervorosa. Ela rezou: “Querida Mãe Santíssima, ajuda-me. Que nada aconteça com essa criança.”

Quando chegou a hora do bebê nascer, a família convergiu em oração no momento do parto:

“A família se reuniu na sala de estar, recitando o rosário em voz alta. Então eles cantaram hinos. Então eles rezaram novamente.” Depois do trabalho de parto, o bebê chegou! “Eu tive que apertar a mão de Georg com muita força, e o tempo parecia ficar parado. Então ouvi um ruído engraçado… Naquele minuto, um coral completo lá embaixo começou: ‘Agora, demos a Deus Nosso Senhor!’… ‘É um menino’… As previsões do médico provaram ser erradas, e Johannes promete ser um bom garoto americano.”

Testemunho

É aqui que Maria oferece encorajamento às futuras mães enquanto relata o momento em que tomou conhecimento de um serviço de aborto nos Estados Unidos:

“Muitos anos depois, aconteceu de eu tomar conhecimento sobre planned parenthood e o controle de natalidade para me proteger contra crianças indesejadas. Devo dizer que Johannes não havia sido exatamente planejado para aquele exato momento, e no que diz respeito a ser desejado, eu teria dito de bom grado muitas vezes: ‘Oh, você não pode ter a gentileza de esperar apenas seis meses?’… Se há algum planejamento a ser feito, por que não deixamos Deus fazê-lo? Olhando para trás agora, eu sei que Ele escolheu o único momento certo para a chegada de Johannes.”

A história da família von Trapp renderia um grande sucesso musical com muitas turnês nos Estados Unidos e no exterior. Eles acabaram comprando uma fazenda em Stowe, Vermont, e construíram a casa com suas próprias mãos. Eles realmente escalaram todas as montanhas de um mundo conturbado e atravessaram todo tipo de incerteza. Mas com o amor eterno um pelo outro, a família von Trapp realmente conquistou seus sonhos.

“Quaisquer que sejam as falhas cometidas, grandes ou pequenas, quaisquer nuvens que possam se acumular no horizonte, escuras e ameaçadoras, o amor superará tudo.”

— Maria Augusta Trapp
Tags:
CulturaHistóriaMulher
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia