Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 15 Abril |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Viralizou: o padre que não parou a Missa nem por causa de um tufão

Padre segue Missa durante tufão nas Filipinas

Immaculate Heart of Mary Parish - Taloto, Tagbilaran City | Facebook (Captura de Tela)

Francisco Vêneto - publicado em 23/12/21

Filipinas foram devastadas pelo tufão Rai em 16 e 17 de dezembro: quase 400 mortes

Viralizou nas redes sociais o vídeo de um padre que não parou a Missa nem por causa de um tufão: nos dias 16 e 17 de dezembro, as Filipinas foram devastadas pelo tufão Rai, que causou bilhões de dólares em prejuízos materiais e ceifou ao menos 375 vidas humanas – uma catástrofe que pode ser maior ainda, já que áreas remotas que também foram atingidas ficaram sem comunicação e sem acesso viário.

Apesar da violência dos ventos que também atingiram a igreja do Imaculado Coração de Maria na ilha de Bohol, o pe. Virgilio Salas continuou celebrando a Santa Missa e a transmiti-la ao vivo pela internet. “Mesmo com um tufão, a fé continua”, declarou ele à rede ABS-CBN News.

Outro sacerdote, pároco da mesma igreja, contou que sentiu ao mesmo tempo o medo da tempestade e a serenidade de quem prioriza a vida espiritual dos fiéis.

Após a passagem do tufão, que localmente recebeu o nome de Odette, os fiéis retornaram à igreja para outra Missa, às 16h – e aproveitaram para usar o gerador da paróquia a fim de recarregar seus celulares.

Pró-atividade para enfrentar o próximo tufão

Os dois sacerdotes da paróquia são nativos de Bohol e estão habituados à ocorrência de tufões: por isso mesmo é que investiram no gerador. Além disso, estão empenhados em mobilizar a comunidade a adotar medidas mais adequadas para lidar com as tempestades recorrentes. A este propósito, reforçaram a necessidade de mudança de postura por parte dos cidadãos e das autoridades locais:

“Somos mais reativos do que proativos. Sabemos que uma tempestade está chegando, mas só nos mexemos depois que ela passa. As estações não conseguem fornecer água porque faltou energia. Podemos ser proativos fornecendo geradores para estações de bombeamento e fornecendo luz solar e equipamentos de emergência”.

A paróquia já está fazendo a sua parte e continua motivando a população a fazer a dela, neste momento mediante doações de comida, água e lanternas. Os padres, é claro, não deixam também de prestar auxílio espiritual:

“No meio de uma tempestade, os discípulos perguntaram a Jesus se ele não tinha medo de morrer. E o Senhor perguntou a eles: ‘Por que perdem a fé?'”.

Eles também recordaram a humildade das condições em que Jesus nasceu e traçaram um paralelo entre o Natal e as ajudas ao próximo:

“Mesmo que seja algo simples como a água, compartilhe a água que você tem. Desejamos a todos um feliz Natal, apesar do desastre. Estamos sempre aqui para fazer tudo o que estiver ao nosso alcance por vocês”.

Tags:
MissaPadresTestemunho
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia