Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 27 Janeiro |
Beato Jorge Matulaitis 
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Pe. Zezinho: Será mesmo que os maus estão vencendo?

Será que os maus estão vencendo?

© ALHAYAT News

Reportagem local - publicado em 27/12/21

"Começamos a nos tornar maldosos e até malditos quando escolhemos enganar, caluniar, esmagar e eliminar os outros"

Os maus estão vencendo? Esta pungente pergunta foi abordada pelo pe. Zezinho em sua rede social, onde ele compartilhou as seguintes considerações:

“Os salmos ora diziam que sim, ora diziam que não! Quase todos alternavam entre a esperança e o sofrimento moral diante dos conflitos do seu povo. Há milhões de páginas pessimistas dizendo que o mundo vai de mal a pior. Há outras milhões dizendo que o mundo está melhor do que há 100 anos.

Na minha estante, tenho dezenas de livros carregados de pessimismo e outras dezenas de livros optimistas. Os de cunho religioso, em geral, são otimistas. Falam da vitória de Deus, da vitoria da sua fé, de perdão e misericórdia e de castigo para os maus, que, contudo, podem se converter porque Deus é bom. Os Salmos 22, 25, 26, 27 e 31, por exemplo, mostram o estado de ânimo de quem sabe que existe muita maldade no mundo, mas que Deus dá forças para aqueles que caminham na pureza de propósito”.

Será mesmo que os maus estão vencendo?

Sobre a árdua questão de se os maus estão vencendo no mundo, o padre prosseguiu:

“Os humanos não são totalmente maus nem totalmente bons. Não são nem anjos de pureza nem demônios disfarçados. Pouquíssimos escolheram viver da maldade. Mas estes pouquíssimos fazem enorme mal com sua falta de justiça e de fraternidade! Os maus sempre fizeram mais barulho que os bons.

Aqueles terroristas que explodiram as torres gêmeas e escolheram matar-se por ódio ao Ocidente eram sujeitos maus. Nas eram menos do que dez odiadores profissionais. Quem morreu estava lá trabalhando para sustentar suas famílias. Quem mata os que estão à sua frente é demoníaco, mas é da minoria.

Cabe a cada um aprender a conviver, a respeitar as fraquezas dos outros, e aprender a não se levar pela vingança ou pelo ódio. Isto, sim, torna alguém um humano maldoso e demoníaco.

Nem ideias políticas, nem ganância, nem o sonho de ser rico, nem religião nos devem jogar uns contra os outros. Começamos a nos tornar maldosos e até malditos quando escolhemos enganar, caluniar e esmagar e eliminar os outros. Brincar de pequenos deuses nunca deu certo nem na fé, nem na política, nem no pseudossucesso do momento…”.

Os bons ainda são maioria!

O pe. Zezinho então finalizou, dando a entender que a resposta para a pergunta de se os maus estão vencendo é NÃO! Ele observou:

“No mundo os bons ainda são maioria! Meça isto pelos seus vizinhos, pela sua vila, pelo seu bairro e pela sua cidade. Nossas cidades não são como Sodoma e Gomorra. Algumas pessoas escolheram a maldade, mas são minoria. No devido tempo terão seu ajuste de contas com Deus. Os bons sabem que Deus viu tudo e que alcançarão misericórdia e um lugar no céu. Jesus disse isto em Mt 25, 30-46.

Há dois tipos de servo inútil. O que fez o bem e não se gaba do bem que fez. E o que escolheu isolar-se, ser preguiçoso, omitir-se e nada fazer pelos outros porque ser bom exige coerência”.

Tags:
MalVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia