Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 27 Janeiro |
Beato Jorge Matulaitis 
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Restaurante se recusa a atender grupo pró-vida e cancela reservas

Pró-vida

StunningArt | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 14/01/22

Administradores do restaurante se declararam "firmemente a favor do aborto"

Um restaurante da capital norte-americana se recusou a atender um grupo pró-vida que havia feito uma reserva para o café-da-manhã do próximo dia 21 de janeiro, data em que acontece no país a Marcha pela Vida. O evento, em defesa dos direitos do nascituro, é uma demonstração de luta pela vida e repúdio ao aborto, que foi aprovado nos Estados Unidos em 22 de janeiro de 1973.

O restaurante em questão é da rede Busboys and Poets. Seus administradores informaram explicitamente que tomaram a decisão por serem “firmemente a favor do aborto”. À agência de notícias CNA, eles declararam que, ao saber da “natureza do evento em questão”, optaram por cancelar as reservas do grupo pró-vida “e reembolsar todos os depósitos ao organizador”.

Mediante porta-voz, a rede acrescentou:

“Aceitamos conversas de indivíduos que expressam diferentes pontos de vista e nos orgulhamos de ser um local para conversas respeitosas entre diversos grupos (…) [Mas] não podemos aceitar conscientemente eventos destinados a financiar uma agenda que os membros da nossa comunidade acreditam que atropela os direitos dos outros”.

Ou seja: defendem a “liberdade de expressão”, desde que se trate da expressão da sua própria ideologia. Defendem “diferentes pontos de vista”, desde que não sejam diferentes dos deles próprios. Defendem os “direitos dos outros”, desde que os outros em questão sejam o seu próprio grupo ideológico.

O grupo pró-vida que teve as reservas canceladas é o Democratas pela Vida da América, ou DFLA pela sigla em inglês. Sua diretora de comunicação, Jess Meeth, declarou à agência CNA:

“Os norte-americanos pró-vida devem ficar preocupados com esse cancelamento, independentemente do seu partido político. O aborto é uma questão de direitos humanos que não pode ser confinada a um partido político. Precisamos de apoio bipartidário e esforços bipartidários de conservadores, liberais e de todos os que ficam entre essas vertentes. Os americanos como um todo têm que se preocupar com esse cancelamento. Queremos um país enraizado na inclusão e na diversidade. A inclusão e a diversidade não podem ser conquistadas se evitarmos e excluirmos indivíduos ou grupos por causa das suas origens políticas, crenças e ideais”.

Tags:
AbortoIdeologiaPolítica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia