Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 25 Setembro |
Santo Aunacário ou Aunacário
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

O alerta de Santo Antão, celebrado neste 17 de janeiro: “os homens enlouquecerão”

Santo Antão

Public domain

Francisco Vêneto - publicado em 17/01/22

"Virá o tempo em que os homens enlouquecerão, e, quando virem alguém que não está louco, irão atacá-lo e dizer: 'tu és louco'"

A Igreja celebra em 17 de janeiro a festa litúrgica de Santo Antão, conhecido ainda como Santo Antônio Abade: ele é reverenciado como o pai dos monges cristãos.

Nascido numa família com boas condições de vida por volta do ano 250, no Egito, ele certa vez ouviu na Missa o chamamento de Jesus: “Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres”. Este chamado ressoou no seu coração a tal ponto que ele distribuiu todo o seu patrimônio após perder os pais, quando tinha em torno de 20 anos de idade, e foi para o deserto viver em retiro, oração e penitência. Chegou até a morar junto a um cemitério, refletindo sobre como Jesus é capaz de vencer inclusive a morte.

Oração, trabalho, caridade e estudo

Para sustentar-se, fazia trabalhos manuais, já que levava muito a sério o aviso de São Paulo Apóstolo: “aquele que não quer trabalhar não tem direito de comer” (2Ts 3,10). De fato, outro santo, Atanásio, que escreveu a história da vida de Santo Antão, testemunhou que o eremita egípcio guardava um pouco do que recebia, para suprir as próprias necessidades básicas, e doava todo o resto aos pobres.

Santo Atanásio também registrou que Santo Antão “orava constantemente, tendo aprendido que devemos orar em privado sem cessar. Era tão atento à leitura da Sagrada Escritura que nada se lhe escapava: retinha tudo e sua memória lhe servia de biblioteca. Todos os aldeões e monges com os quais mantinha vínculos viam que tipo de homem ele era e o chamavam de ‘amigo de Deus’, amando-o como filho ou como irmão”.

Combatendo loucuras e heresias

Junto com Santo Atanásio, aliás, Santo Antão defendeu a fé cristã contra a heresia do arianismo, que se propagava na época negando a divindade de Jesus.

A propósito de heresias, ideologias e doutrinas falsas, o santo eremita também afirmou algo que, ao longo dos séculos, parece ter sempre descrito o panorama que persistentemente ameaça a capacidade de discernimento das pessoas e a sua abertura ao reconhecimento da verdade:

“Virá o tempo em que os homens enlouquecerão, e, quando virem alguém que não está louco, irão atacá-lo e dizer: ‘tu és louco; não és como nós'”.

Comunidades monásticas cristãs

Santo Antão começou a organizar comunidades de oração e trabalho, vindo a se tornar um dos primeiros impulsionadores do monaquismo cristão. Mesmo optando por voltar a retirar-se no deserto, continuou prestando orientação a um grupo de monges das proximidades.

O eremita partiu desta vida por volta do ano 356, nas proximidades do Mar Vermelho, com mais de 100 anos de idade.

O nome Antônio ou Antão vem da palavra grega “ánthos”, que significa “flor”: tem o sentido de pessoa chamada a se desenvolver, se aperfeiçoar e “florescer” nos seus talentos.

O polêmico “Santo Antão” do carnaval de 2019

No carnaval de 2019 em São Paulo, o desfile da escola de samba Gaviões da Fiel apresentou contradições que passaram muito longe de ser engolidas pelos cristãos ofendidos por cenas como as de um demônio em postura triunfante sobre o corpo caído ao chão de um passista caracterizado como Jesus Cristo. A escola alegou tratar-se de Santo Antão, o que não confere sequer com a própria representação do santo em um carro alegórico exposto no mesmo desfile. Recorde o caso:

Tags:
História da IgrejamongesSantosVocação
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia