Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 25 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Bilionário Elon Musk diz estar pronto para implantar chip em cérebros humanos

Elon Musk quer chips em cérebros humanos

Naresh111 | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 26/01/22

O dispositivo intracraniano, segundo ele, ajudaria pessoas paralisadas a controlar computadores com a mente

Implante de chip em cérebros humanos: o bilionário Elon Musk declarou estar pronto para transformar essa hipótese em realidade muito proximamente, por meio da Neuralink, uma das suas empresas de alta tecnologia.

Segundo informações publicadas na semana passada pelo jornal britânico The Times, a companhia criada pelo mesmo fundador da Tesla e da SpaceX está recrutando grandes talentos da medicina e da engenharia para viabilizar o projeto, cujos testes teriam duração aproximada de três anos e consistiriam na implantação de microchips de inteligência artificial no crânio dos participantes.

De acordo com o próprio Elon Musk, a tecnologia permitiria que pessoas vitimadas pela paralisia usassem a sua atividade neural para operar facilmente computadores e smartphones. O bilionário complementa que os microchips também ajudariam a tratar pessoas com autismo e com esquizofrenia.

O dispositivo projetado pela Neuralink tem o tamanho de uma moeda grande e é conectado ao cérebro por fios ultrafinos. Caso o paciente não deseje mais utilizar o equipamento, poderá facilmente removê-lo, segundo afirmações da empresa. A Neuralink informou também que já realizou testes num macaco chamado Pager, que conseguiu mexer um cursor numa tela de computador graças ao uso do chip. A companhia teria ainda “coletado dados” de uma porca chamada Gertrude, em cuja cabeça também havia sido implantado o chip.

Em declarações ao Wall Stree Journal em dezembro passado, Elon Musk informou que a sua empresa está aguardando a aprovação da agência norte-americana de vigilância sanitária, equivalente à Anvisa no Brasil, para que o equipamento possa ser usado em pessoas que sofreram graves lesões na medula espinhal.

O bilionário afirmou na ocasião:

“Temos uma possibilidade de restaurar a funcionalidade do corpo inteiro no caso de quem tenha sofrido lesão na medula espinhal. [O chip da Neuralink] está funcionando bem em macacos. Nossos testes confirmam que é muito seguro e confiável”.

Dentro do que parece ser uma tendência de investidores bilionários a interferir na genética e nas funcionalidades naturais do corpo humano, o homem mais rico do mundo, Jeff Bezos, também anunciou recentemente o investimento de 3 bilhões de dólares na startup Altos Labs, que anunciou o objetivo de desenvolver tecnologias para retardar drasticamente o envelhecimento e até mesmo “derrotar a morte”. Saiba mais:

Tags:
CiênciaSaúdeSociedadetecnologia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia