Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 07 Outubro |
Nossa Senhora do Rosário
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Por que Deus está deixando tanta gente sofrer?

IMG_5669.jpg

Courtesy of Tom Hoopes

Tom Hoopes - publicado em 27/01/22

O sofrimento nos humilha e nos ensina a amar - e nós precisamos disso

Minha esposa, April, teve um derrame que paralisou o lado esquerdo dela e a deixou hospitalizada mais de um mês. Em breve voltaremos para casa, prontos para aprender a conviver com suas novas capacidades.

“Você tem algum pensamento profundo sobre o significado deste acontecimento estranho?”, perguntou-me um amigo. “Parece-me que um alto número de jovens e adultos está sendo atingido do nada com doenças e sofrimentos bizarros”, acrescentou ele.

Acho que algumas coisas estão acontecendo. Compartilho algumas delas.

1. Deus está demonstrando o verdadeiro poder da oração

Na véspera de Natal, April e eu estávamos sozinhos no hospital e falamos com um amigo ao telefone que disse: “É uma loucura. Não consigo encontrar uma vaga para orar por você.”

“’Encontrar uma vaga?’ Do que você está falando?” nós perguntamos.

Foi quando soubemos que amigos tinham criado um formulário online e pessoas de todo o país estavam orando por April 24 horas por dia, do Natal ao Ano Novo. 

Acho que foram essas orações que transformaram essa experiência para nós e fizeram de April uma luz para os outros no hospital.

Ela tem contado piadas com todos que a servem, ajudando-os a descobrir quem é seu santo padroeiro. “Você sabia que tem alguém orando por você o tempo todo no céu?” ela pergunta. Além disso, distribui folhetos com sua oração favorita, a Ladainha da Confiança. Ela distribuiu pilhas de sua nova oração favorita, a Ladainha de Confiança, e organiza missas para pessoas que acabou de conhecer.

Dizem que a oração é para mudar a nós, não a Deus – e acho que foi isso que a oração fez aqui: superou os esforços de evangelização de April.

2. O sofrimento é para nos humilhar. E nós precisamos disso

Algumas semanas depois do derrame, April escreveu em seu diário:

“Uma boa amiga escreveu que não conseguia deixar de pensar que esse derrame foi um lindo presente de Natal de Deus: uma chance de realmente ‘ser pequena’. Eu amo muito isso. E não consigo parar de pensar nisso. Eu sei que é verdade”.

April é mãe de nove filhos, professora, leitora, organizadora de cooperativas de educação domiciliar, capitã de caronas, catequista de crisma e muito mais. “As pessoas me dizem ‘Como você faz tudo isso?’ ‘Você é tão incrível!’. Com o tempo, esse sentimento não faz bem para a alma. Certamente não promove o tipo de postura que todos devemos ter diante de Deus. Ele é tudo e eu não sou nada.  Então agora, pós-AVC, como eu tenho que ter pessoas me ajudando a me vestir, comer, ir ao banheiro, etc… eu me acho muito pouco. E é uma coisa realmente linda!”, escreveu.

Esta é a conclusão a que Deus quer que cheguemos sobre as cruzes em nossas vidas – e na pandemia, ele parece querer isso em escala mundial.

3. O sofrimento nos ensina a amar

É engraçado. Este foi um ano de muita turbulência familiar e um ano em que percebi que meus filhos aprenderam tanto com meus erros quanto com minha sabedoria como pai.

Mas o derrame melhorou a todos, redefiniu prioridades, nos ensinou a amar e nos obrigou a descobrir habilidades que não pensávamos ter.

Meus filhos sacrificaram dias ajudando a mãe no hospital. Filhos adultos com filhos próprios sacrificaram seus próprios Natais com suas famílias para estarem com seus irmãos enquanto April e eu estávamos fora. 

E eu tive que aprender que a verdadeira vocação de um marido é amar sua esposa exatamente do jeito que ela precisa.

4. Deus quer testemunhas

“Deus está nos colocando em lugares que precisamos estar para trazer esperança e cura para os outros?” meu amigo perguntou. “É quase como se Deus quisesse uma testemunha nesses lugares.”

Acho que isso é verdade de duas maneiras. Sim, Deus quer testemunhas alegres de Cristo nos hospitais – mas ele também quer que testemunhemos todo o potencial para o bem ao nosso redor.

Em um momento de tanta raiva e hostilidade, e a politização de tudo, é muito reconfortante desligar a mídia e ver profissionais de saúde da vida real oferecendo nada além de gentileza e carinho. 

O crucifixo está no centro da experiência humana, transformando tudo, e não há melhor testemunho do que a nossa alegria.

Tags:
AmorDeusDoençaSofrimentoTestemunho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia