Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 08 Agosto |
São Domingos de Gusmão
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

Por que Bruce Springsteen é um artista católico essencial

Bruce Springsteen

Getty Images via AFP

Octavio Messias - publicado em 30/01/22

Astro do rock louva Jesus e representa valores e uma imagética cristãos em suas canções 

A doutrina, a moral e a fé católicas têm raízes em praticamente toda a cultura ocidental, de modo que não é difícil encontrar ícones da nossa cultura ou da cultura pop que tenham seus laços com o cristianismo. Elvis Presley foi um ótimo exemplo, que frequentava a igreja e gravava um disco gospel entre um projeto e outro encomendado pela gravadora ou pelos estúdios. Existem muitos outros. Artistas que não apenas mantêm um relacionamento pessoal com a igreja, mas que também fazem referência à Bíblia em suas letras e agem de acordo com os valores cristãos.

Como Bruce Springsteen, cantor que ainda no início da carreira capturou a estética, os sonhos e os anseios da classe operária norte-americana em longas narrativas cantadas. Filho de pais e neto de avós católicos, o músico expressa a dor e a glória de trabalhar duro sem nunca perder a fé. Mais do que isso, muitas de suas canções trazem uma imagética que remete a uma visão de mundo católica. “Uma vez católico, não há como fugir”, disse o músico em um especial para o VH1.

Em Born to Run, sua autobiografia, publicada em 2016, o Boss, ou “Chefe”, como é chamado pelos fãs, revela como sua criação católica ressoou por toda a vida e fundamentou sua arte. “No catolicismo havia uma poesia que refletia minha imaginação e o meu eu interior”, escreveu o músico no livro que toma emprestado o título de seu álbum homônimo lançado em 1975. 

The Promised Land

Em The Promised Land,  canção do álbum Darkness on the Edge of Town (1978), o compositor cria uma imagética bíblica situada no deserto norte-americano, em referência ao Êxodo. A canção conta a história de um trabalhador em uma encruzilhada da vida. De um lado estão sonhos destruídos e o desgaste espiritual; a outra estrada é um caminho para algo melhor.

Jesus Was an Only Son

Na faixa Jesus Was an Only Son, do álbum Devils & Dust (1995), o Boss escreveu uma letra que funciona em dois níveis. No primeiro, a narrativa da dor e da solidão que Jesus teria sentido na crucificação. Já o segundo trata de do relacionamento entre Jesus e Maria, e da agonia da mãe ao perder o filho. 

We Are Alive

Na canção, lançada no álbum Wrecking Ball (2014), o compositor fala da entrada na dimensão espiritual após a morte e de um senso de comunidade, fundamental em momentos difíceis. “Embora nossos corpos repousem aqui solitários no escuro/ Nossas almas e espíritos se levantam/ Para carregar o fogo e acender a chama; Para se levantar, ombro com ombro, coração com coração”, dizem alguns versos da canção.

The Power of Prayer

Essas canções e mais Adam Raised a Cain (1978), The Price You Pay (1985), Mary’s Place (2002) ou Rocky Ground (2012), entre tantas outras de teor cristão, são suficientes para uma tese de doutorado. A Letter You (2020), o mais recente disco do Boss, traz canções como The Power of Prayer (O Poder da Oração), Rainmaker (Aquele que Faz Chover) ou If I Was the Priest (Se Eu Fosse o Padre), o que leva muito críticos a considerá-lo o mais espiritualizado na carreira de Bruce Springsteen. 

Tags:
ArteCulturaMúsica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia